Month: junho 2010

PERCORRENDO O CAMINHO DA ILUMINAÇÃO

Posted on

Uma mensagem do Conselho dos 12, canalizada por Selácia
14 de junho de 2010
Cada um de vocês tem o potencial da iluminação durante este tempo da grande reconfiguração da Terra. Vocês têm a oportunidade de saltos quânticos da consciência em um único dia – até hoje! Saibam que os seus esforços desta existência, associados à dinâmica positiva que vocês que vocês colocaram no lugar durante outras encarnações, são as sementes para o seu sucesso.
Quando tiverem dúvidas em relação a vocês, lembrem-se de que plantaram estas sementes benéficas. Pensem nestas sementes potentes, também, quando ficarem desencorajados pelo que veem no mundo. A grande cena a prestar atenção é o acúmulo de esforços positivos ao longo do tempo.
Eles são os seus esforços, mas são também esforços de outros a sua volta. As outras pessoas que encarnaram agora também passaram por uma série de existências para alcançarem este ponto. Alguns estão mais adiantados no caminho do que outros, tendo dado mais passos em direção ao despertar. Por causa disto, vocês encontrarão pessoas em diferentes níveis de consciência, tolerância e de compaixão.
Para os Trabalhadores da Luz que navegam nas energias da mudança de hoje, um desafio fundamental é interagir com os diversos grupos de almas na Terra agora. Vocês não podem ajudar a todos do mesmo modo. Quando vocês falam com as pessoas, então, encontram meios de adaptar as suas comunicações para se ajustarem a onde as pessoas estão energeticamente. Estejam dispostos a atualizar a sua abordagem freqüentemente, permitindo que a mudança rápida ocorra para as pessoas de todas as condições de vida.
AVALIANDO O SEU PROGRESSO
Agora, enquanto tantas coisas a sua volta estão mudando, reservem alguns momentos e reconheçam as suas próprias mudanças dos últimos tempos. Considerem como vocês cresceram, como estão mais amorosos, e os passos que deram para despertar. Estas mudanças não precisam ser dramáticas para a matéria. Reconhecê-las, avaliando o seu progresso, os ajudará a manter o caos do mundo em perspectiva. Não procurem promessas de que o seu atual caminho cheio de obstáculos se tornará livre durante estes anos cruciais. É da natureza do encarnado agora, testemunhar e ser parte dos extremos de todos os tipos.
SUA VERDADEIRA NATUREZA É A ALEGRIA
Em alguns dias, vocês se conectarão com a pura alegria que é a sua verdadeira natureza. Em outros dias, vocês serão mais desafiados a encontrarem esta alegria por causa dos obstáculos na jornada. A coisa importante a lembrar é que a alegria é a sua verdadeira natureza. Quando, momentaneamente, não puderem encontrar a sua alegria, não significa que ela esteja perdida.
Vocês não podem perder uma qualidade que está na base de quem vocês realmente são. Quando, temporariamente, não puderem acessar a alegria, apliquem as ferramentas de transformação que estão disponíveis. Quando fizerem isto, vocês serão capazes de responder às pedras no caminho de um modo mais positivo.
Todos os seres iluminados que vieram antes de vocês, tiveram que aprender a dominar o plano físico. Sua jornada da iluminação foi um processo de aprender como domar a mente e as emoções. A razão pela qual estes seres são freqüentemente referidos como Mestres é que eles encontraram a mestria sobre o ego. Eles descobriram meios de deixar de estar no modo de reação. Eles aprenderam como responder à vida a partir de um espaço de equilíbrio, domesticando o cavalo selvagem que anteriormente, os fez se sentir fora do controle.
AS PEDRAS NO CAMINHO
Os Mestres descobriram que enquanto eles fossem humanos, haveria pedras no caminho. Quando eles deixassem de odiar as pedras (obstáculos), eles poderiam começar a amar a sua experiência global. Quando eles se afastaram da fantasia de que as pedras desapareceriam, eles puderam aprender a aceitá-las.
A iluminação que vocês buscam é encontrada que são suficientemente afortunados de estar no reino humano. É neste reino em que estão agora que podem atingir a realização. Não tornem a estada na Terra, no reino humano, uma coisa desagradável. É a chave para a sua liberdade! Permaneçam com ela, e confiem que vocês atingirão a jóia da iluminação. Este é o seu destino, cada um de vocês!
Enquanto vocês percorrem o seu caminho da iluminação, cada respiração que tomarem pode movê-los para mais próximo da realização. A cada respiração, também, vocês podem ser úteis para ajudar a curar os desequilíbrios que vêem agora na Terra. Confiem nisto. Recusem-se a acreditar naqueles que lhes dizem que as situações estão além da correção, ou que algo não pode ser curado.
SOLUÇÕES DE CURA PARA O GOLFE DO MÉXICO
Como um Criador de Mudanças Divino, vocês podem estar entre aqueles que escolheram o caminho mais elevado da capacitação, ao invés do caminho menos elevado da responsabilidade. A energia da responsabilidade que vocês veem agora em situações como o vazamento do petróleo no Golfo do México é contraprodutivo. Foquem os seus pensamentos e preces nas soluções da cura, o mundo se unindo para se tornar íntegro.
Quanto mais sensíveis forem, provavelmente, mais estarão sentindo agora a devastação no Golfo do México e em outros locais fundamentais ao redor do mundo.
É compreensível que sintam a dor dos animais e outras formas de vidas impactadas por estas coisas. Não permitam que a sua sensibilidade e carinho, entretanto, criem uma visão pessimista em relação ao futuro do planeta.
Recusem-se a permitir que a sua raiva drene em suas ações. Em vez disto, permitam que a sua sabedoria interior lhes lembre que a humanidade em crise tem um consolo. Um despertar imenso está sendo catalisado. Confiem nisto.
Em sua própria vida, façam o melhor que possam para evitar pensamentos de culpa e de desespero. Quando se dizem que algo é desesperador, vocês fecham os olhos para uma solução. A resposta poderia ser um chamado à distância ou até um pensamento, pois a sua sabedoria interior os ajudará a mudar a sua visão. Estejam presentes, então, e recusem-se a deixar que as suas dúvidas seja o fator decisivo de sua realidade.
PONTOS PRINCIPAIS DA ESCOLHA
Durante os próximos meses, a humanidade se defrontará com pontos fundamentais de escolha. Decisões precisarão ser tomadas sobre como as pessoas conviverão umas com as outras e com a natureza. Prioridades precisarão ser reexaminadas. Ideias e sistemas obsoletos precisarão ser trabalhados. O novo mundo cheio de luz que vocês buscam não pode ser criado sem esta reconfiguração.
Decidam agora a assumir um papel ativo na mudança. Seus pensamentos e ações podem ser um poderoso catalisador para as mudanças globais que buscam.
VISUALIZANDO UM NOVO MUNDO
Considerem se sentar tranqüilamente em contemplação, para concentrar a sua intenção nestas coisas. Imaginem o tipo de pessoas, lugares e circunstâncias que vocês querem conviver daqui para frente. Visualizem o seu corpo – saudável e vital – capaz de apoiar os seus movimentos no mundo. Imaginem a sua voz – clara e plena – expressando o seu amor e luz no mundo. Visualizem a sua mente – sóbria e ligada ao seu coração – capaz de guiá-los intuitivamente aos seus próximos e perfeitos passos, ou a uma conversa ou a uma sessão de resolução de problemas. Imaginem que o seu corpo, discurso e mente são capazes de trabalhar harmoniosamente juntos, em prol de sua iluminação e do seu serviço a outros. Peçam que as bênçãos venham em torno de vocês para ajudar a facilitar estes sonhos. Confiem que vocês como sonhadores do seu mundo, podem tornar estas coisas uma realidade. Tenham confiança que nós, O Conselho dos 12, e outros seres da luz estão bem ao seu lado.
Enquanto continuam a jornada da redescoberta de sua natureza Divina, nós os envolvemos com o nosso amor e bênçãos.
Nós somos O Conselho dos 12.
——————————————————————————–
Direitos Autorais 2010 por Selácia, canalizado para o Conselho dos 12 * Todos os Direitos Reservados * http://www.Selacia.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

The Cycle of Completion

Posted on

By Kate Ann Spreckley
We are now at a time in our evolutionary process were we will find closure on the many levels that have been awoken and activated within each one of us since 1999.
June brought in a very powerful energy which brought about closure to the healing and merging of the three core aspects of our being, the Divine Feminine, Divine Masculine and Divine Child, our Spiritual Essence. It marks a time where these three aspects of ourselves are brought into balance, harmony and wholeness allowing us to access total fulfillment and the true divinity residing within each one of us. The Sacred Union of our Divine Feminine and Masculine energies connecting with the Divinity of our Spiritual Essence enables us to create a bridge of living light connecting us to the Source of all Creation, the Great Spirit and helping us to consciously begin healing the wounds of our world.
Since the 12:12 Stargate of 2005 we have been activating, awakening and healing our three core energies, the Inner Feminine, the Inner Child and the Inner Masculine.
The energy of December 2005 saw the activation and birthing of our sacred knowledge in our Base Chakra, the seat of our Inner Feminine energies. These energies awaken our ancient memories of the Divine Feminine within.
In February 2006 the energies began moving up into our Sacral Chakra, the seat of our Inner Child. In March 2006 an opportunity arose for us to heal our Inner Child bringing about the death and rebirth of our Divine Child.
In August 2006 the energy entered into our Solar Plexus, the seat of our Inner Male and allowed for an intense transformation of the Masculine energies within.
These transformations and healings created a greater awareness of our emotional bodies and opened up an energy portal within ourselves enabling us to enter into a new level of Spiritual awareness. This new level of awareness was activated in February 2007 where the three healed energies of our Feminine, Masculine and Divine Child began to merge together in a Sacred Union enabling our higher purpose to enter into our physical world.
The completion of this process of healing, balancing and merging occurred in June 2007, the dates of completion being the 3rd June 2007, the 21st June 2007 and the 30th June 2007 (3 : 6 : 9). With this completion a sacred trinity of creative force and power is activated within each one of us containing the vital forces of our own personal power. We are now at a time where we are able to stand strong and firm in our personal truth with a crystal clear connection to ourselves and the Great Spirit, our Creator, consciously using our energy to create our reality with honour, respect and great wisdom.
The energies of July and August will help to bring about a completion on the 9th September 2007 (9:9:9) of the work that each one of us began in August 1999.
“Grandfather, Great Spirit, You have set the powers of the four quarters of the Earth to cross each other…..I have crossed the good road and the road of difficulties….and I have come to know that where they cross, the place is holy.” Black Elk, Oglala Sioux
This month marked a significant advancement in the growth and development of humanity. In fact the entire year was one of many changes and vital turning points for our world. A year that saw an above average number of Earthquakes occurring, 22 to be exact, causing at least 22,000 deaths. The most devastating Earthquake occurring in Turkey, with a resulting Tsunami, on the 17th August 1999.
On the 18th of August 1999 there was possibly one of the most unusual astrological alignments of planets seen in the last 2,000 years. This alignment created what is termed as a Grand Cross with the Sun, the Moon and all the planets within just four of the twelve astrological houses – Taurus, Leo, Scorpio and Aquarius. These four houses take the shape of a cross with relation to each other on the traditional zodiac. These signs are traditionally represented by the symbols of Man, Lion, Bull and Eagle and the elements of Water, Earth, Air and Fire, thus creating a powerful circle of change and evolution.
This circle of power formed by the alignment of the Earth, Moon and Planets created an energetic portal through which the Crystal or Christed energy was birthed into our world. This energy is what we have consciously or unconsciously been working with since this time.
The effect of this alignment marked the birth of a new civilization, based on enlightened humanitarianism, new technology and new forms of energy. The intuitive faculties of humanity awakened, initiating a path exploration of Spiritual truths and the understanding of Spiritual energy. Thus began a period of deep spiritual regeneration and the individual search for deeper Spiritual values and personal truth.
This alignment indicated the beginning of a time of powerful emotion leading to the greatest heights of Spiritual achievement and the lowest depths of moral degradation. For most of us this signaled a time of personal crisis where our search for our true self began, a journey of self discovery and a path of healing, finding new ways of living, being and transformation.
Since August 1999 we have been given an opportunity to look at our inner self as it is reflected in our outer world, allowing us to make the necessary choices and changes that are needed to transform our world and to heal our Earth. Along this journey we have encountered obstacles and difficulties. We have faced our woundings; we have recognized how we created our world with a lack of consciousness, creating dysfunctions, co-dependency, destruction and war. We have faced our own personal limitations and the barriers that we created to stop us from experiencing love. We have awakened a new consciousness, a consciousness that is of the Heart, a consciousness that brings us understanding and allows for true compassion.
Discipline and hard work have been required for us to develop balance between our hearts and our minds, between our physical world and our Spiritual world. We acknowledge that the Great Spirit, our Creator, is the source of all life and that all our resources, the Earth, the Water, the Air and the Sun, are gifts to us from the Creator to be shared wisely for the sustenance and development of all life. We have discovered the correct use of energy and power and the realization that all resources are a form of energy flowing from person to person, making expansion, evolutionary development and maintenance of all life possible.
Deep seated changes and transformation have occurred for those who have been dedicated to following their inner light that follows a path of personal Truth. We have faced the illusion of separation; we have broken the beliefs and patterns that kept us chained to thoughts and beliefs of lack and fear. We have reconnected with our inner knowing and from this place have begun to create new patterns and beliefs based on the ancient teachings of our world, the teachings of love, truth, respect, honour and peace. We have truly begun to remember who we are and why we are here.
At this level we are able to see how the influence of our transformation affects the larger community. The ultimate affect of healing ourselves can transform our world when we are willing to strive for personal mastery. In this way we as humanity can begin to fulfill our true potential as custodians of Divine wisdom and love on our Planet. The infinite potential of ourselves is being reached and our inner gifts are ready to be shared with the world. Allowing them to manifest in our life is the task at present.
It has been a period of intense transformation and change. The inner transformation that was required has occurred and the completion of this stage of our evolutionary process will be on September the 9th 2007. A new opportunity will arise for us to explore the higher dimensions of Universal Love and to consciously bring this love as a power and force into our world to help and support those who are still working through their issues, to give hope and faith to those who have none, using our gifts, talents and abilities for the highest good of all. Sharing the Divine Light and Love of our Creator, the Great Spirit

RELATÓRIO DA ENERGIA PARA JUNHO DE 2010

Posted on

Uma mensagem de Kate Spreckley
8 de Junho de 2010, África do Sul
Astrologicamente, os próximos dois anos serão explosivos e os alinhamentos planetários se intensificarão, especialmente nos próximos três meses. Nosso mundo precisa de uma explosão de consciência centrada no coração, que será realizada através dos próximos alinhamentos planetários. Estas energias explosivas e intensas criadas pelo alinhamento dos planetas podem ser atenuadas somente se estivermos dispostos a utilizar a energia para nos curarmos e nos transformarmos.
Nosso mundo está sob extrema pressão para mudar e se transformar e isto está se manifestando através de muitas crises ambientais, financeiras e culturais que estão ocorrendo agora. É mais importante do que nunca que não nos agarremos com medo às velhas estruturas, padrões e hábitos. É essencial que encontremos a necessária coragem e humildade que nos permita avançar e criar uma nova realidade baseada no amor e na compaixão.
A energia dos próximos três meses será intensa, dinâmica e desafiadora e nos influenciará e desafiará pelos próximos três anos. Durante este tempo nós seremos obrigados a tomar medidas quanto ao potencial que está surgindo agora e trazer os nossos sonhos à realidade. Nos próximos anos, os Corpos Celestes estarão nos trazendo a luz (informação) necessária para que possamos mudar, despertar e mudar a consciência humana.
Junho marcará o início de um período de três anos, muito ativo, no qual a consciência se transformará e mudará a um ritmo acelerado. A energia do período de três semanas, a partir de 8 de Junho de 2010 até o final do mês, colocará a Terra sob enorme pressão. Haverá uma súbita afluência de energia ascendente, que levará à criação de um novo Céu e uma nova Terra.
A Lua Nova, em 12 de Junho, é uma oportunidade maravilhosa para seguir o seu coração e se aceitar e compreender plenamente. Para despertar a sua luz interior e seguir esta luz para o seu futuro. Pode ser um período extremamente emocional e é importante encontrar meios de liberação, através de opções naturais e saudáveis. Isto lhes permitirá avançar com êxito, sentindo-se revitalizados e re-energizados.
O Solstício de Inverno/Verão no dia 21 de Junho é marcado pela entrada do Sol no signo astrológico de Câncer. Os Solstícios, juntamente com os equinócios, representam quatro dos mais poderosos períodos do ano e em épocas antigas eram considerados como mantendo uma poderosa energia de cura. Esta energia era utilizada para trazer a cura profunda e o despertar à comunidade. Ao celebrarem na cerimônia o poder do Solstício, é lhes dada uma oportunidade de aproveitar a energia, e assim, realizar uma cura profunda para si mesmo, para as suas comunidades e para o mundo.
Os Eclipses da Lua Cheia, logo após o Solstício e o alinhamento de uma Grande Cruz ocorrem. Este é um eclipse poderosamente importante e assinala que pode ser o período mais dramático de todo o ano. A Lua Cheia cai no meio da régua T de 2010, transformando-a em uma Grande Cruz. Este gatilho cósmico pode ser um ponto decisivo onde a energia do coração é poderosamente ativada, ajudando-os na lembrança de sua verdadeira e essencial natureza.
Desde Outubro de 2008, os planetas em nosso sistema solar passaram por um movimento de desaceleração para criar um raro e extraordinário padrão planetário, chamado de Grande Cruz. Uma Grande Cruz é um evento Galáctico recorrente, onde os corpos celestes ao redor do nosso planeta estabelecem uma cruz. Esta Grande Cruz se modela sobre os ângulos que marcam as quatro direções fixas e se alinha com o eixo Galáctico. A Grande Crua é criada quatro vezes em um Grande Ano a cada 6000 – 6.500 anos. Os dois momentos em que o Eixo Galáctico se alinha com o eixo do Solstício, que ocorre neste mês, são os mais transformadores.
Esta Grande Cruz é um sinal muito positivo, pois representa o nascimento de um novo Espírito e uma restauração de nossas energias. A minha convicção é que a Grande Cruz de Junho de 2010 tenha uma ligação direta com a Grande Cruz de 1999. Para obterem mais informações sobre esta Grande Cruz, por favor, leiam “O Ciclo da Conclusão” – http://www.spiritpathways.co.za/Cyclecomplete.html.
Muito aconteceu desde 1999 e a mudança na consciência foi surpreendente. A energia esteve preparando o caminho para que vocês abrissem o seu coração e mente ao seu Ser Espiritual e incorporassem isto em sua vida diária. A energia Feminina foi ativada, recuperando uma atitude cíclica em relação à natureza. Quando as mulheres do mundo assumirem o seu legítimo espaço como líderes sábias, curadoras e configuradoras do equilíbrio da sociedade, o equilíbrio será restaurado em nosso mundo.
Com a configuração dos corpos planetários dentro da Grande Cruz, as energias conflitantes serão trazidas a nossa consciência, motivando-nos a mudar e crescer. Um momento intenso de mudanças dramáticas em todo o mundo será criado trazendo escolhas difíceis, términos e novos inícios. Vocês serão ajudados a descartar o que é obsoleto, na cura e no alinhamento com o seu propósito de vida. Recebam-no, permitam-no e continuem a abrir o seu coração.
——————————————————————————–
Direitos Autorais Kate Spreckley 2010 – http://www.spiritpathways.co.za
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Organização

Posted on

:: Acid ::
Sábado, dei uma passadinha na Igreja Católica perto de casa, na tentativa de dar uma “limpeza”. A idéia era entrar por uma porta, e sair pela outra, pois supostamente as energias ruins (ou formas-pensamento) ficariam do lado de fora, meio que esperando por você, mas aí você sai pelos fundos e grita “pegadinha do Malandro!”
O fato é que, uma vez lá dentro, deu vontade de ficar. O clima estava silencioso, com várias velhinhas prestativas, seja entregando o missal, ou conversando com as pessoas, vendo se elas precisavam de algo… Sentei, e fiquei observando tudo, sentindo o cheiro suave daqueles purificadores de ar, olhando a disposição das cadeiras, o arranjo de flores, e pensando no quanto aquilo era devido ao trabalho meticuloso daquelas senhoras, tão felizes e ao mesmo tempo serenas. Lembrei da minha avó por parte de pai, que era presbítera, e eu achava uma perda de tempo ela ir à Igreja, pois pra mim nada mais era do que o equivalente a uma ida ao shopping, um ponto-de-encontro de senhoras pra conversar e mostrar seus novos vestidos. Tolice medir os outros pelas nossas réguas (reais ou imaginárias), não é?
Uma das minhas avós -eu só entendi há uns 5 anos. A outra, só agora. Naquela Igreja, eu percebi que o encontro, a reunião e a devoção expressas no cuidado com o templo e com seus visitantes, é espiritualidade pura. É o equivalente ao Seva, na cultura hindu, que significa servir, e representa o trabalho devocional e voluntário. Você se doa a Deus através do trabalho, seja num arranjo de flor, seja numa doação em dinheiro que pague as contas do lugar de oração.
Qualquer que entre vós quiser tornar-se grande, será esse o que vos sirva; e qualquer que entre vós que quiser ser o primeiro, será servo de todos
(Mar 10:43-44)
No final das contas, a espiritualidade que é “cobrada” de nós (por nossa própria consciência) é o espelho daquilo que nossos Mestres foram: amantes da vida em todas as suas manifestações, artífices de Deus à serviço da humanidade. Não é fácil, podemos estar nos espelhando em lendas, mas é um referencial. E como estamos? Ainda estamos na fase de cuidar do templo de pedra, das relações sociais com pessoas afins, mas “só” isso, feito de forma desinteressada, já é um grande avanço. Depois de cuidar do templo dos outros (ou de Deus, como queiram) convém cuidar da própria casa. Com “casa”, abarco não só a moradia de pedra, como a casca onde efetivamente vivemos: o nosso corpo. Geralmente, existe uma simbiose interessante entre o lar e o corpo, pelo menos comigo. Quando estou doente, alguma coisa na casa quebra, ou no carro, ou uma planta sua seca, ou seu animalzinho adoece (ou mesmo morre!). Dizemos que é a “carga” ruim que estava conosco, que pegou no objeto, planta ou animal. É por isso que existem amuletos, talismãs como o “olho grego”, que protege contra o famoso “olho gordo”, ou “olho de seca-pimenteira”. Aliás, dizem que é bom ter uma pimenteira em casa, que ela é muito boa em pegar “carga pesada” e ainda sobreviver. Aliás, se você tiver um jardim na frente de casa, é bom ter Peão-Roxo, Arruda e Espada de São Jorge. Mal não faz…
Mas, voltando à simbiose, o material é tão-somente um reflexo do espiritual, então, a limpeza exterior ajuda (e muito) a dar um ânimo pra iniciar a limpeza interior. Assim, se sua vida está complicada, e sua casa desarrumada, abra as janelas pro Sol, pegue esfregão, um balde com desinfetante, e mãos-à-obra! Se você afundar na sujeira, a tendência é criar sujeira mental! Mas não se engane: quem vive na miséria por necessidade não significa que essa pessoa pense como um miserável. A maioria dos miseráveis mentais que conheço usam terno e gravata. Uma pessoa pode dormir no lixo e não se misturar ao lixo. Mas uma mente perturbada pode, sim, criar perturbação à sua volta (física e mental), então, trazer ORDEM (mesmo que pros outros não pareça lá muito arrumado, pois quem traz a SUA ordem é a SUA mente, não a mente dos outros) ao seu mundo físico é essencial pra restaurar a ordem mental e espiritual.
Vendo por este lado, percebemos a tolice que é a discriminação das religiões tão-somente por seus “sabores”, como se uma fosse melhor que a outra, justamente porque todas elas cumprem a mesma função de trazer organização e equilíbrio mental e espiritual aos seus praticantes, que “funcionam” de modo tão diverso quanto o são as denominações religiosas. Os ritos dos ocultistas, as proibições dos evangélicos, os cânticos da Yoga ou do Daime, a Missa, a Meditação, são todas formas de organização que podem funcionar melhor com uns do que com outros.
Acid é uma pessoa legal e escreve o Blog (Saindo da Matrix).
“Não sou tão careta quanto pareço. Nem tão culto.
Não acredite em nada do que eu escrever.
Acredite em você mesmo e no seu coração.”

Poluição emocional: sintonias e sentimentos

Posted on

Na atualidade, estamos imersos em um universo repleto de sentimentos negativos, promovidos por atitudes densas, pessimistas e materialistas. Essa atitude comportamental é o grande veneno e o maior obstáculo para a evolução dos seres em geral. Os sentimentos negativos que criamos geram ondas de frequência energética nociva, como se fossem descargas constantes de energia negativa. Essa, por sua vez, vai acumulando na crosta terrestre, dissipando-se pelo planeta como se fossem grandes massas de ar na atmosfera. A grande diferença é que esse tipo de concentração de energia é muito sutil, ou seja, inicialmente sem forma física condensada.
O que isso sugere é que estamos o tempo todo sendo banhados pelo acúmulo das energias que nós mesmos criamos, pois comparando com a poluição ambiental tão evidente em nosso planeta, pode-se dizer é que é a mesma coisa, porém, o agente poluente nesse caso é o nosso padrão psíquico e emocional.
Essa massa de energia negativa, criada e acumulada, volta para nós mesmos, assim como as queimadas e outras emissões de gases na atmosfera que têm destruído a camada de ozônio tão importante para a qualidade de vida na Terra. Ou seja, a lei da ação e reação mostra que, todo esse padrão vibratório negativo criado, volta para nós mesmos, os originais criadores do “problema”. Quando essa energia volta para quem cria, o ciclo só tende a continuar e aumentar cada vez mais, visto que o padrão negativo estimula que as pessoas fiquem cada vez mais negativas e menos conscientes da necessidade de sair desse ciclo e transcender a esse padrão repetitivo de sentimentos inferiores e nocivos.
Isso explica o fato que algumas cidades são mais desenvolvidas em aspectos humanos e sociais e outras tão calamitosas. Os próprios moradores de uma cidade criam a vibração específica que vai ditar a harmonia ou a desarmonia existente naquela região. No Brasil e no mundo todo existem “Minas” e “Torres” de energia.
Minas são centros geradores de energia vibracional densa e nociva, graças ao padrão vibratório das pessoas e da influência energética nociva de seus antepassados. Torres são centros transmissores de energia positiva, criada pelas próprias pessoas e, principalmente, pela influência positiva dos elementos da natureza como o clima, a geografia, a vegetação e também pela grande distância em relação às Minas.
Estar em ressonância é quando se cria um padrão vibratório parecido com aquele que já existe, ou seja, se um indivíduo cria atitudes positivas, direta ou indiretamente, ele estará conectando com a mesma frequência gerada. Fazendo uma analogia com as ondas de rádio, pode-se dizer que cada ser humano está sintonizado a uma determinada rádio (a estação é a atitude e o comportamento pessoal que sintoniza). Quando se geram atitudes positivas, as músicas que tocam também são positivas, desta maneira, ouve-se, canta-se essas músicas. Outro fato importante é que muitas outras pessoas podem estar sintonizadas a essa mesma rádio, criando uma comunhão energética entre todas essas pessoas, e só o fato de gostarem dos mesmos tipos de músicas ou estarem conectadas à mesma freqüência da rádio, já cria uma afinidade entre essas pessoas. Essa afinidade gera uma vibração característica que pode ser positiva ou negativa, dependendo da qualidade da intenção, dos sentimentos e pensamentos envolvidos. Por isso, pode-se dizer que os ouvintes dessa mesma sintonia estão em ressonância.
Da mesma maneira citada anteriormente, quando criam-se atitudes negativas e nocivas, também se produz uma freqüência de sintonia negativa, ou seja, de freqüência menos elevada, que vai gerar uma ressonância com outras pessoas de mesma vibração.
O mais importante disso tudo é que se compreenda o fato de que quando estamos conectados à determinada frequência, as nossas atitudes são totalmente baseadas e estruturadas no que “ouvimos” nessa rádio. Isso quer dizer que se na estação de rádio toca as “músicas” de sentimentos e atitudes negativas, como raiva, ódio, medo, apego, tristeza, orgulho, etc, o indivíduo vai produzir atitudes em sua vida, nesse mesmo padrão.
A importância da compreensão desses conceitos é essencial para que cada ser encarnado nesse planeta tenha consciência que cada atitude ou ação criada gera uma reação com mesma intensidade e que ressona com quem cria, ou seja, alimenta as atitudes da pessoa e dita sua forma de viver a vida. Quando se está conectado a uma onda de rádio de baixa frequência, os impactos negativos podem ser verdadeiramente avassaladores a ponto de criar uma desarmonia muito grande, não só em uma pessoa individualmente mais também em todo o planeta pelo efeito da ressonância.
O lado otimista dessa visão é que se pode usar a mesma lei natural para ajudar o planeta a evoluir. “Quando evoluímos, ajudamos o mundo a evoluir”, e isso é perfeitamente possível, visto que as nossas atitudes positivas podem também, em ressonância com outras, criar uma massa de energia positiva e gerar uma nova atmosfera de harmonia no Planeta.
No mundo que vivemos, rege a Lei do Livre-Arbítrio, isso sugere que cada um é senhor de suas escolhas, porém, também recebe de volta tudo aquilo que gerar e enfrenta as consequências de suas decisões, sejam elas positivas ou negativas (lei do retorno). Ainda explorando um ponto de vista positivo e otimista, o conjunto de situações catastróficas produzidas pelo homem despertou um novo prisma no plano Astral Superior, que se encarregou de mandar “ajuda”.
Desde os últimos tempos, todas as pessoas estão sendo banhadas por um nível de ajuda astral muito mais intensa que há 20 anos. Mas, não se pode deixar de ressaltar que ainda assim, essa ajuda só virá se as pessoas estiverem “abertas” a ela, afinal, este é o Planeta do Livre-arbítrio.
Muitas novidades positivas foram surgindo naturalmente para ajudar os seres humanos a evoluírem. Paradigmas espirituais e religiosos foram quebrados, mais liberdade de expressão foi conquistada entre outras, porém, um dos maiores ganhos que a humanidade teve foi a “aparição” de algumas ferramentas verdadeiramente importantes para elevar o padrão vibratório das pessoas, entre elas o poder de uma oração, uma meditação, a busca interior por respostas e caminhos, as terapias alternativas ou complementares, os sistemas de curas naturais por imposição das mãos e o aumento do universalismo também se destaca.
É isso o que mais precisamos, explorar caminhos simples e eficazes para um processo de evolução pessoal e espiritual verdadeiramente mais rápido e consciente, onde as escolhas e decisões possam ocorrer livres das influências das freqüências menos elevadas da energia, que induzem ao erro e ao aumento do Karma individual e planetário.
por Bruno J. Gimenes – sintonia@luzdaserra.com.br
Professor e palestrante, ministra cursos e palestras pelo Brasil. Sua especialidade é o desenvolvimento da consciência com bases na espiritualidade e na missão de cada um. Autor de 5 livros. Criador da Fitoenergética e co-fundador do Luz da Serra http://www.luzdaserra.com.br

Chacras e Cura Psíquica

Posted on

Há traumas que estão gravados na psique, de forma inconsciente, mas ativa, causando bloqueios e fobias. Isso ocorre no corpo sutil e se reflete no corpo denso.
Os chacras* guardam informações preciosas sobre esse processo. Cada um deles é um pequeno portal psíquico e energético, refletindo as condições do Ser.
Existem diversas alternativas para tratar essas síndromes psíquicas:
- Visualizações criativas, terapias descondicionantes, tratamentos psíquicos adequados, meditações, conversas profundas com terapeutas corretos – com a abordagem mais adequada ao temperamento da pessoa -, rituais de quebra do passado, técnicas retrocognitivas – regressões de memória -, ou práticas espiritualistas – xamânicas, naturalistas, animistas, mediúnicas, iogues e outras em que a pessoa se sentir bem.
O que não se pode fazer é deixar o problema de lado, pois os bloqueios interferem diretamente na vida da pessoa. É preciso correr atrás de soluções, para devolver o brilho dos olhos e o tesão de viver
No entanto, por melhor que seja o caminho escolhido nessa busca pela cura, o processo é sempre dentro da psique da própria pessoa. A cura reside nela mesma.
Técnicas e terapias são ferramentas de fora; ajudam muito, principalmente, em momentos de crises. Mas são alternativas de fora e valem como meio para se chegar ao verdadeiro alvo: a própria psique.
Uma das técnicas alternativas sugeridas pelos sábios espirituais da antiga Índia é o mergulho consciente nos chacras. Entrar psiquicamente neles, de um em um, desde a base da coluna até o centro coronário, no alto da cabeça.
Considerar cada chacra como um portal sagrado em si mesmo. Entrar por eles com respeito e admiração, como se entra num templo espiritual. Com amor e paciência, orar dentro de cada um deles. Procurar localizar qual é a fonte do problema e saber calcular qual é o chacra a ser trabalhado mais especificamente na cura em questão.
Por exemplo: bloqueio sexual: chacra sexual. / bloqueio afetivo: chacra cardíaco. / bloqueio de expressão: chacra laríngeo; e assim por diante.
Há casos em que mais de um chacra estão envolvidos; por isso é bom trabalhar todos regularmente, da melhor forma que a pessoa se adequar e se sentir bem. O importante é entrar neles com amor e paciência. Nada ocorre do acaso ou sem trabalho. Tudo demanda tempo e esforço. É necessário constância e qualidade no trato com as energias sutis.
Não é apenas encher os chacras de luz ou cores, ou mesmo realizar alguma técnica bioenergética; é preciso trabalhar a parte psíquica também!
Sem amor não há cura; sem transformação não há alquimia alguma.
Da base da coluna até o topo da cabeça, de um em um, enchendo os mesmos de luz e orando ao “Amor Que Ama Sem Nome”, com modéstia, lucidez e alegria serena.
Paciência na jornada. Ou, melhor dizendo, essa é a arte da “PAZ-CIÊNCIA”.
Obs.: Pessoas em tratamento não devem abandonar seus medicamentos ou terapias por causa do trabalho com os chacras. Nos momentos de crise, é necessário procurar ajuda qualificada. Esse trabalho sugerido aqui é para aqueles que queiram colaborar no próprio processo de cura. Conhecer um pouco de si mesmo é sempre bom. Ajuda em qualquer coisa, desde que realizado com discernimento e consciência das coisas**.
- Notas:
* Para facilitar a compreensão dos leitores, deixo na sequência uma síntese sobre os chacras:
Chacras – do sânscrito – são os centros de força situados no corpo energético e que têm como função principal a absorção de energia – prana , chi – do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
Os principais chacras, que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino, são sete: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico. Suas características básicas são as seguintes:
- Chacra Coronário – é o centro de força situado no topo da cabeça, por onde entram as energias celestes. É o chacra responsável pela expansão da consciência e pela captação das idéias elevadas. É também chamado de chacra da coroa. Em sânscrito, o seu nome é Sahashara, o lótus das mil pétalas. Está ligado à glândula pineal.
Obs.: A pineal é a glândula mais alta do sistema endócrino, situada bem no centro da cabeça, logo abaixo dos dois hemisférios cerebrais. Essa glândula está ligada ao chacra coronário, que, por sua vez, se abre no topo da cabeça, mas tem a sua raiz energética situada dentro dela. Devido a essa ligação sutil, a pineal – também chamada de epífise – é o ponto de ligação das energias superiores no corpo denso e, por extensão, tem muita importância nos fenômenos anímico-mediúnicos, incluindo nisso as projeções da consciência para fora do corpo físico.
- Chacra Frontal – é o centro de força situado na área da glabela, no espaço espiritual interno da testa. Está ligado à glândula hipófise – pituitária – e tem relação direta com os diversos fenômenos de clarividência, intuição e percepções parapsíquicas. É o chacra da aprendizagem e do conhecimento. Em sânscrito, ele é conhecido como Ajna, o centro de comando.
- Chacra Laríngeo – é o centro de força situado em frente da garganta. É o responsável pela energização da boca, garganta e órgãos respiratórios. Está ligado à glândula tireóide. Bem desenvolvido, facilita a psicofonia e a clariaudiência. É considerado também como um filtro energético que bloqueia as energias emocionais, para que elas não cheguem até os chacras da cabeça. É o chacra responsável pela expressão criativa – comunicação – do ser humano no mundo. O seu nome em sânscrito é Vishudda, o purificador.
- Chacra Cardíaco – é o centro de força responsável pela energização do sistema cárdio-respiratório. É considerado o canal de movimentação dos sentimentos. Por isso, é o chacra mais afetado pelo desequilíbrio emocional. Bem desenvolvido, torna-se um canal de amor para o trabalho de assistência espiritual. Está ligado à glândula timo. O seu nome em sânscrito é Anahata, o inviolável, o invicto, o som sutil do espírito imperecível.
- Chacra Umbilical – é o centro de força abdominal, responsável pela energização do sistema digestório. Está ligado ao pâncreas. É considerado o chacra das emoções inferiores. Quando está bloqueado, causa enjôo, medo ou irritação. Bem desenvolvido, facilita a percepção das energias ambientais. É chamado em sânscrito de Manipura, a cidade das jóias.
- Chacra Sexual – é o centro de força responsável pela energização dos órgãos sexuais. Está ligado às gônadas: testículos no homem; ovários na mulher. Quando está bloqueado, causa impotência sexual ou desânimo. Quando super-excitado, causa intenso desejo sexual. Bem desenvolvido, estimula o melhor funcionamento dos outros chacras e ajuda no despertar da kundalini . É o chacra da troca sexual e da alegria. O seu nome em sânscrito é Swadhistana; a morada do eu – ou morada do sol; ou a morada do prazer.
- Chacra Básico – é o centro de força situado na área da base da coluna. É o responsável pela absorção da energia telúrica e pelo estímulo direto da energia no corpo e na circulação do sangue. Está ligado às glândulas supra-renais e tem relação direta com os fenômenos bionergéticos e parapsíquicos oriundos da ativação da kundalini. O seu nome em sânscrito é Muladhara, a base e fundamento do corpo.
Sobre a questão da kundalini, esse é um tema complexo demais para ser descrito nesse artigo. O seu estudo envolve o conhecimento aprofundado dos chacras, dos nádis que correm ao longo da coluna – ida, pingala e sushumna -, e das glândulas endócrinas, bem como um conhecimento básico dos yantras e bijas-mantras específicos para sua ativação.
Kundalini – do sânscrito – significa literalmente “enroscada”. Esse nome deve-se ao seu movimento ondulatório que lembra o movimento de uma serpente. Daí a expressão esotérica “fogo serpentino”. Ela também é chamada pelos iogues de “Shakti” – do sânscrito – a força divina aninhada na base da coluna.
Kundalini nada tem a ver com o sexo diretamente, muito embora seja a energia que ativa e vitaliza a sexualidade. Devido à prática de exercícios tântricos que envolvem a contenção do orgasmo, quando esse conhecimento chegou ao Ocidente foi logo desvirtuado. Hoje, esse tema surge associado a rituais e posturas sexuais aqui no Ocidente. No entanto, o despertar da kundalini é um processo puramente espiritual e energético em essência. Envolve a ativação dos chacras, principalmente do chacra cardíaco, que equilibra e distribui corretamente o fluxo ascendente da shakti ao longo dos nádis. Não significa acender um foguete esotérico no traseiro e decolar pelos nádis ao longo da coluna, como muita gente imagina. “Acender” não significa necessariamente “ascender”.
Particularmente, não gosto do processo de despertar da kundalini que é feito por grupos esotéricos ocidentais. Prefiro o trabalho mais energético e naturalista do Yoga.
Obs.: Aqui não estão relacionados os chacras secundários, incluindo nisso o chacra esplênico, em cima do baço. Para mais detalhes sobre isso, favor ver o texto “Chacras e Bijas-Mantras” -, postado no site do IPPB – http://www.ippb.org.br -, neste endereço específico.
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia
e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.

Mude de Sintonia

Posted on

por Nelson Matheus Silva – matheussilva_frc@yahoo.com.br
“Você está onde você se põe.” (L.A. Gasparetto)
Todos nós sabemos que nosso ser não se limita a uma existência puramente física. Isso nem existe, aliás. Somos um ser holístico, multidimensional, composto por um corpo físico, mente, emoções e todas as facetas espirituais. Tudo está interligado.
A nossa mente é como uma antena, capta todas as informações como um rádio através de ondas. São através dessas informações que os pensamentos são gerados. E a velocidade do pensamento é inúmeras vezes maior que a da luz. Então, tente imaginar como tudo isso se dá.
Uma pessoa em equilíbrio difunde ao seu redor pensamentos de harmonia, prosperidade, felicidade e paz para as pessoas produzindo sensações elevadas e consoladoras. Em contrapartida, uma pessoa em desequilíbrio, com raiva, inveja, pensamentos de disputa, transmite e desperta nas pessoas sensações de violência, desrespeito e conflitos.
É claro que para entendermos melhor isso, não poderíamos deixar de falar sobre a Lei da Atração: “semelhante atrai semelhante”. As pessoas que você “escolhe” para está com você são justamente aquelas que você mais precisa para o seu crescimento interior. Tudo é aprendizado.
Em alguns momentos da vida sentimos que tudo parou, nada anda, nada muda, nada acontece. Em alguns momentos sentimos que estamos sós, ausentes de nós mesmos e dos outros. Em outros, ainda, sentimos que algo terrível pode ou está acontecendo.
Com todo esse assunto de sintonia e de sensações que nos acomete vez ou outra não podemos deixar de fazer um “link” com as diversas realidades dos universos.
Ao mesmo tempo em que estou digitanto esse texto, exitem Guias Espirituais, obsessores, mortes, nascimentos, elementais, fadas, gnomos, exus (também são elementais), anjos (também são elementais), iluminações, decadências, tudo acontecendo ao mesmo tempo. Existem conspirações, existem resgates, assim como pessoas sendo recrutadas pelo outro lado da Luz, inclusive algumas sendo escolhidas como mensageiras da Luz. Tudo ao mesmo tempo.
A questão mais importante é ao que eu me ligo. Sim, é simples assim.
Como tudo é uma questão de SEMELHANÇA, tudo pode ser mudado se você mudar de sintonia.
Como fazer isso? Alimentação saudável, com mais frutas, raízes, legumes, verduras, muita água, suco de limão em jejum, chás (sem exageros); Exercícios físicos, caminhadas ao ar livre; Namorar com amor; Fazer sexo de forma saudável, independente da orientação sexual, porque preconceito, de qualquer forma, baixa a vibração de Ser Espiritual Perfeito, que não tem sexo, é andrógeno, e que escolhe nascer hétero ou homossexual, homem ou mulher, para assim melhor satisfazer e cumprir suas necessidades evolutivas; Ler temas elevados; Conversar sobre assuntos construtivos; Fazer meditação; Tomar Floral sempre, para manter as emoções sempre em equilíbrio; Faça orações diariamente, peça proteção e orientação aos seus Mentores de Luz. Enfim, viver a vida com a Amor, Leveza e Responsabilidade. Não há segredo, você pode ver isso!
Como tudo está interlidado, se você afeta o físico, todo o resto é afetado e vice-versa.
Ainda temos algumas excelentes ferramentas que, na minha visão, são essenciais para despertarmos integralmente o nosso Ser Interior Perfeito, que são as Terapias Holísticas. Reiki, Magnified Healing, Vivências terapêuticas são fantásticas curas que acontecem permanentemente se você se permitir e hoje são de fácil acesso. Se não se sente preparado para aprender essas modalidades, experimente passar por tratamentos. Não desperdice essa encarnação.
Você plantaria no seu jardim uma erva daninha? Assim é a nossa vida. Quem não cuida de si abre espaço para que alguma coisa entre e destrua tudo, e geralmente isso não é bom. Que a Luz, a Vida e o Amor se manifestem intensa e incessantemente em suas vidas, em todas.
por Nelson Matheus Silva

O Que Sou?

Posted on

:: Saul Brandalise Jr. ::
Dias atrás conversava com um amigo que estava demonstrando beirar o processo depressivo. Nada estava bom para ele.
Sentava-se isolado e ficava olhando o nada. Com os pensamentos distantes e, obviamente, sempre analisando as coisas pelo lado ruim.
Quando conversava com as pessoas, falava sobre acidentes, sobre seres que estavam indo para o hospital, e potencializava as dificuldades. Assuntos que só agregavam energia negativa e enfatizavam o lado ruim das pessoas.
Maior evidência de que ele estava mal era impossível.
Cheguei perto dele e perguntei, apesar de saber de antemão a resposta:
- Tudo bem?
Hein? Respondeu, numa nítida demonstração de que estava muito, mas muito distante de si e da realidade em que estava vivendo. Porém, “voltou onde estava” com a minha abordagem.
- Tudo bem? Repeti para ele.
Sim, sim, tudo bem… rebateu querendo entrar de cabeça no novo momento e mascarar-se como se estivesse bem. Fingia, na realidade.
- Você já se perguntou: O QUE SOU?
Como?
- Você já se perguntou: O QUE SOU? Repeti olhando firme em seus olhos.
Ele desviou o olhar e disse:
Não entendi…
- Entendeu, sim. Eu lhe perguntei se você já se perguntou: O QUE SOU?
Não, não me perguntei ainda. Nunca pensei nisso. E o que isso tem a ver comigo?
- Tudo, respondi. Se você não sabe o que é, poderá pegar qualquer caminho que nunca irá chegar a lugar algum. Jamais saberá entender o que acontece à sua volta, consigo mesmo e com a sua vida. Será um eterno seguidor e permitirá que outros o manipulem. Completei.
Pensava em algo parecido… Por que as coisas estão ficando difíceis? Por que eu não consigo me superar e onde está a origem do problema? Já faz dias que me preocupo em resolver esta pepineira toda e parece que a cada dia tudo fica maior…
- Exatamente por isso. Tudo fica grande quando não sabemos o que somos. Quando agimos desta forma, as coisas na vida são “coincidências”, as pessoas “aparecem” sem que saibamos por que. As doenças se fazem presentes rapidamente. Ficamos fragilizados, gripados, com dor de cabeça, enxaqueca, etc.. E só dá vontade de sumir do mapa… Não é verdade?
É sim.  verdade. Disse.
- Então, que tal você se perguntar e responder para si mesmo: O QUE SOU?
Pois esse é o problema… Não sei. Retornou…
- É fácil verificar que você não sabe. Basta olhar para sua postura e atitude… VOCÊ É ENERGIA, meu amigo. Portanto, é refém da energia que produz para si mesmo. Seus pensamentos são a sua fonte de alimento energético. Eles brotam de seus valores e da forma como você vive. Depois de pensar, agimos. Ou simplesmente não fazemos nada. É SEMPRE NOSSA ESCOLHA o caminho que iremos seguir. Normalmente é mais cômodo não fazer nada e responsabilizar os outros por nossos fracassos. Porém, se estamos conscientes que somos reféns da energia que produzimos, começamos a policiar nossos pensamentos e também o que verbalizamos. Conviver com pessoas que só falam mal dos outros nos deixa, igualmente, mal.
Diante disso é muito melhor evitar falar de acidentes, de maldades, de fofocas e da desgraça em si. Inverter o rumo -na realidade- e começar a agregar coisas boas em nossa mente. Precisamos cuidar do que pensamos para que assim não estejamos em estado de maldade. Quando ficamos irritados levamos seis horas para recuperar a serenidade. Ora, se nossa vida é um buraco de problemas, como queremos ser felizes e saudáveis? Quando não se está bem o melhor é parar de tomar decisões. Ir para um canto e meditar. Acalmar a mente e logo recuperar a boa energia.
É com a boa energia que adotaremos as atitudes adequadas à nossa vida…
Hoje, o meu amigo, depois de saber que é pura energia, policia o que pensa e mudou até sua fisionomia… Está aparentando ser mais jovem… Na realidade é a jovialidade da alma que se faz presente agora em sua vida e em suas atitudes.
É nossa opção o que produzimos de energia e também com que passaremos a conviver no presente e no futuro. Sou o que decido ser.
Cuide-se. Sei que nos veremos.
Beijo na alma
Saul Brandalise Jr.

Madhyamika: O Eterno Caminho-do-Meio

Posted on

O equilíbrio tem sido sempre uma das grandes bases das religiões. O Budismo e o Taoísmo o professam de forma aberta. No Hermetismo, a sentença “assim como é em cima é em baixo…” visa uma posição de equilíbrio, razão pela qual a Grande Obra termina com o “Caminho de Retorno”. A sabedoria do Velho Testamento também aponta nesta direção. E quando Jesus declara “sede mansos como as pombas e astutos como as serpentes”, ele certamente está propondo uma conduta de equilibrada. Pois o mais fácil é entregar-se a um extremo de forma simplista, seguindo as nossas tendências naturais. Dentro de nossa natureza vamos encontrar virtudes e defeitos. Mas enquanto estas energias não forem conscientizadas, não existirá o verdadeiro equilíbrio, e sim uma oscilação sempre instável de bem e mal, de forma tal que devemos antes falar de impureza. O equilíbrio difere da impureza na medida em que esta segue a via dos extremos.
O fato é tudo tem um lado bom e um lado mau. Entregar-se a extremos inevitavelmente trará o seu oposto. Por isto, para ser justo com os fatos, o Buda ensinava que, quando estamos alegres, devemos pensar que esta alegria irá terminar um dia, e quando estamos tristes, que esta tris¬teza também irá acabar. Assim mantemos a serenidade em todas as si-tuações e talvez até evitemos o surgimento de uma onda contrária.
O Caminho-do-Meio é a via do equilíbrio. O ditado “nem tanto ao céu, nem tanto à terra” expressa este caminho.
Mas acaso tal equilíbrio será capaz de prover a intensidade necessária ao caminho espiritual? Buda abandonou o seu ascetismo extremado e assim chergou à iluminação, mas apenas depois de praticá-lo por muito tempo.
Nem sempre é simples definir o adequado a cada caso, posto que cada situação merece uma atenção própria. Cada um tem o seu darma.
E a intensidade pode ser buscada de muitas maneiras. Inicialmente, é preciso ser tão íntegro quando possível, pois assim purificamos as energias, e aquilo que é puro também é intenso. Mas também devemos contar com uma fonte especial de energia, na forma de seres que têm realizado este equilíbrio.
Pois o discípulo realizará muito esforço com pouco proveito se não tomar certas bases tradicionais, como o ashram e o guru. Sem se dar conta, o ser humano estará se desviando de seu caminho. A imitação da virtude toma a forma do fanatismo, por exemplo. E quanto mais se esforce, mais crescerá o ego, revestido de “materialismo espiritual” (para usar uma expressão de Chogyan Trungpa). E desta forma o “caminho-do-meio demonstra apenas a sua caricatura através do “meio-do-cami¬nho”.
A via do equilíbrio é difícil. Daí ter sido forjada a expressão “fio-da-navalha”. É tão fugidio quanto o crepúsculo e tão sutil como o presente.
O verdadeiro equilíbrio apenas é obtido de forma natural numa quarta etapa, na consu-mação do “Caminho de Retorno”. O guru servirá de modelo, mas a imitação do mestre deve ser acompanhada da obediência e da humildade.
Assim, nos estudos que seguem, devemos lembrar que estes caminhos sempre requerem o guru e o ashram.
A Dualidade como Base de Transcendência
A questão da polaridade é desde sempre um fator de harmonia no universo. O Taoísmo formula isto muito bem através da filosofia de Ying e Yang. A composição de nossos cromossomos também está feita em pares, e em nosso corpo observamos uma ampla distribuição de dualidades, a ponto de mesmo órgãos únicos como o coração e o cérebro se encontrarem divididos em grupos de pares.
Naturalmente, como tudo o mais, a dualidade não se justifica apenas por si mesma, mas também por aquilo de que deriva e por aquilo que produz. Ela deriva diretamente da Unidade divina, sendo o primeiro ciclo de diferenciação do universo. E aquilo que ele produz é a dialética cósmica, a mutualidade e a transcendência, ou o retorno à unidade através da combinação e da multiplicidade. Não se trata, pois ,da busca pela coisa-em-si, de qualquer dos opostos, mas do equilíbrio, da magia, do absoluto ou do indiviso. Diz o Tao Te King: O Tao produz o Um; o Um produz o Dois; o Dois produz o Três e o Três produz todas as coisas.”
De fato, o valor secreto de 2 é 3 (ou seja: 1+2=3), e em termos qualitativos, o dois gera o Terceiro Princípio, que é o da Dialética. Por isto a visão requer a participação de dois olhos, única forma de se obter a chamada “perspectiva” ou a profundidade, que representa a Terceira Dimensão do Espaço na Física moderna (na Tradição de Sabedoria temos a imagem do “Terceiro Olho”, de certo modo associado a isto). Sem este contraste tudo o que temos é uma imagem plana, incapaz de oferecer a possibilidade de movimento. E nisto, podemos pensar que tal dimensão de transcendência também se aplique a todos os restantes sentidos e seja um resultado universal do Princípio de Contraste.
Mas em termos quantitativos, podemos observar que o dois também produz diretamente o quatro. Por isto vemos no Taoísmo que Ying e Yang também geram o Pequeno Ying e o Pequeno Yang, também chamados Céu e Terra –ou seja, os elementos “Ar” e “Terra”, ao passo que o Grande Ying e o Grande Yang originais correspondem aos elementos “Fogo” e “Água”. O Pequeno Ying e o Pequeno Yang surgem das combinações entre o Grande Ying e o Grande Yang.
Na simbologia medieval dos Quatro Elementos, podemos observar a mesma derivação simbólica. “Ar” é “Terra” são representados pelos mesmos triângulos de “Fogo” e “Água”, porém com um traço horizontal indicando uma limitação de tendências ou uma divisão interna de influências.
No símbolo do Tao, o Grande Ying e o Grande Yang estão representados como energias em movimento, enquanto que Pequeno Ying e o Pequeno Yang aparecem como pequenos círculos situados no centro dos anteriores, no caso, sempre reunidos em cores ou princípios opostos.
Esta geração de um segundo ciclo representa também a separação entre os pricípios opostos associados ao Caos original. Nos mitos genésicos temos a criação como fruto direto deste contraste original. Na teologia egípcia é o Ar (Shu) separa a Terra (Gueb) e o Céu (Nut), tal como no Genesis o Firmamento e a Terra são gerados depois de separadas as águas do Caos original.
A rigôr, a Terceira Dimensão (profundidade) não pode ser dissociada da Quarta Dimensão (tempo). É na prática impossível pensar em profundidade verdadeira sem o processo de percorrê-la, a menos que estejamos tratando de mera “perspectiva” representativa, como fazen os artistas em seus quadros. Podemos então traçar as seguintes correlações:
1ª Dimensão …………………… Fogo
2ª Dimensão …………………… Água
3ª Dimensão …………………… Ar
4ª Dimensão …………………… Terra
Na estrutura destes Quatro Elementos, podemos observar que eles realmente surgem como síntese de energias opostas, e neste caso corresponde antes de tudo ao princípio satwa ou ao ritmo fixo no Zodíaco. É o equilíbrio dos opostos que dá lugar à estas energias construtivas e portanto iniciáticas.
O contraste é, pois, aquilo que produz a evolução, através da transcendência dos opostos. Mas a fim de obter esta transcendência, devemos alcançar o perfeito equilíbrio entre estes opostos. A Grande Arte está em colocar-nos devidamente no centro do universo, tendo à nossa volta todas as dualidades cósmicas em harmonia.
Da obra “Dharma – a Canção da Vida”, LAWS.

Tushita: O Reino da Felicidade

Posted on

“Tushita é o estado de felicidade por excelência …a conquista da verdadeira felicidade depende de elevado poder espiritual adquirido, pois se trata da posse da luz.”
“O Livro do Dharma”
A implantação de um Reino de Luz é sinônimo de Idade de Ouro. Que ninguém julgue que a anarquia pode conduzir ao Superior. Ainda assim, pode-se entrever que uma sociedade realmente educada, possa alcançar um grau de autonomia de fato notável (a Índia é hoje um exemplo que surpreende a sociedade mundial). E sem dúvida, é isto que a Hierquia planeja realizar, porquanto o objetivo da nova Dinastia de Mestres é justamente afirmar a soberania da Humanidade como aquele Reino por excelência a ser contemplado e coroado nesta Ronda, e já nesta mesma Raça-raiz em implantação.
Tudo isto partirá, no entanto, da reforma institucional, sobretudo a disposição dos Hierarcas iluminados no governo das nações, especialmente naquele povo eleito no qual surge especificamente o Avatar, sinalizando sua Missão universal.
Esta é uma premissa tradicional e imprescindível em toda a sociedade superior. É um pequeno preço inicial que o mundo deve pagar, ou seja, reorganizar suas instituições de modo a colocar no governo os verdadeiros Iniciados, ou melhor, os próprios Mestres. Ninguém deve ter a ilusão de se poder alcançar grandes conquistas espirituais se forma isolada do Todo. E a síntese entre política e espiritualidade é uma espécie de base universal para a implantação da Idade de Ouro. Deus deseja reinar sobre o seu mundo, e para isto Ele vale-se de seus Representantes, que são um só com a Sua soberana vontade.
Por esta razão, o alinhamento e o serviço ao Reino representam a mais nobre das causas, porque o Reino é uma síntese divina e universal. Daí que todos aqueles que participam da construção do Reino, adquirem méritos cármicos especiais, e se diz que se tornam nobres em suas almas. Qualquer gesto em favor do Reino divino apenas pode render frutos multiplicados, porque não pode haver nada mais importante e sagrado que o Reino.
Através das gerações, o mundo tem sido o espólio do Mal organizado. A tirania e a hipocrisia tem se revezado para dirigir as sociedades, ora aprisionando-a com cadeias externas, ora iludindo-a com a falsa autonomia.
Raros são os momentos em que o Senhor governa realmente o mundo. Ainda assim, nestas fugazes e remotas Idades de Ouro, bases importantes são implantadas, fazendo com que o mundo volte a se aprumar com os desígnios divinos e possa assim dar início a um novo ciclo de civilização.
O Novo Reino a ser implantado no mundo, trará a culminação do Plano divino para a raça humança. Expressará a plena realização dos potenciais da Humanidade, que é o Reino por excelência em desenvolvimento nesta ronda que culmina através da nova Raça-raiz. Daí se poder dizer que a nova grande Ordem espiritual se trata do Reino Humano por excelência…
O Reino em si é certamente o Universo da Luz, pois a conquista da Iluminação coletiva. O dom da Iluminação é a grande dádiva da Nova Raça.
Existe é claro uma Ordem especial para o novo Reino. Neste sentido, par exemplificar, é a primeira vez que uma Dinastia detém uma Triarquia, ou seja, uma hierarquia tríplice de iluminados, sendo capaz, portanto, de se organizar sistematicamente em termos de uma Sinarquia ideal.
Esta será definida pelos graus 4°, 5° e 6°, relacionados respectivamente ao poder material, à esfera religiosa e ao domínio científico, ou seja: tal como apresenta Saint-Yves d’Alveydre a função dos escalões sinárquicos.
Da obra “Dharma – a Canção da Vida”, LAWS.

Inhame – COMA E AME!

Posted on

Por Sônia Hirsch
O INHAME LIMPA O SANGUE É um dos alimentos medicinais mais eficientes que se conhece: faz muitas impurezas do sangue saírem através da pele, dos rins, dos intestinos. No começo do século já se usava elixir de inhame para tratar sífilis.
FORTALECE O SISTEMA IMUNOLÓGICO Os médicos orientais recomendam comer inhame para fortificar os gânglios linfáticos, que são os postos avançados de defesa do sistema imunológico. Curioso que a forma do inhame seja tão semelhante à dos gânglios…
EVITA MALÁRIA, DENGUE, FEBRE AMARELA A presença do inhame no sangue permite uma reação imediata à invasão do mosquito, neutralizando o agente causador da doença antes que ele se espalhe pelo corpo. Aldeias inteiras morreram de malária depois que as roças de inhame foram substituídas por outros plantios.
É MAIS PODEROSO QUE A BATATA E tem a vantagem de ser nativo, enquanto a semente da batata é importada. Inhame dá com fartura em qualquer lugar úmido. Em vez de apodrecer na cesta, como a batata, ele brota e produz mais inhames. Nas mulheres aumenta a fertilidade porque contém fitoestrógenos, hormônios vegetais, importantes na menopausa e após.
MEDICINAL É O PEQUENO, CABELUDO Marronzinho por fora, com a pele variando de roxo a branco. Existem ainda o inhame do norte e o cará, maiores e mais lisos, que são muito bons para comer mas não têm o mesmo poder curativo do inhaminho (também chamado de inhame chinês).
A FOLHA PARECE COM A TAIOBA É da mesma família; ao contrário do que se pensa, a folha do inhame também serve para comer, cozida ou refogada. Às vezes pica muito, como a taioba.
EMPLASTRO DE INHAME PUXA TUDO: furúnculos, quistos sebáceos, unhas encravadas, verrugas, espinhas insistentes, farpas ou cacos de vidro que entram nas mãos ou nos pés. Desinflama cicatrizes, elimina o sangue pisado de contusões, abcessos e tumores. Pode ser usado imediatamente após fraturas ou queimaduras para evitar inchaço e dor, e também em processos inflamatórios de hemorróidas, apendicites, artrites, reumatismos, sinusites, pleurisias, nevralgias, neurites, eczemas. Em caso de tumor no seio ou em outros lugares junto à pele é ótimo usar o emplastro de inhame durante uma semana antes de operar, pois ele vai aumentar esse tumor atraindo toda substância semelhante que houver no interior do corpo e evitar outros tumores. Serve ainda para baixar febres.
OS OUTROS NOMES DO INHAME Em latim, infelizmente, é colocasia esculenta. Na África e na América do Norte se chama taro, na América Central é ñame ou otoe, na França é igname, na Índia albi, no Japão sato-imo, no Caribe malanga ou yautia. E cará, em inglês, é yam.
COMA E AME!
RECEITAS: INHAME CRU – DE CUSCUZEIRA – DE FRIGIDEIRA – DE PANELA – DE FORNO – SOPAS – INHAME DOCE – EMPLASTRO
CRU Salada de inhame Rale e tempere com sal marinho e limão ou com molho de soja. É muito forte. Um leproso que se escondeu no mato e só tinha inhame cru para comer ficou inteiramente curado depois de alguns meses. (Se der coceira nas mãos na hora de descascar, passe um pouco de óleo ou lave com água bem salgada.)
Vitamina com inhame Ponha no liquidificador um inhame, uma cenoura, alguns ramos de salsa (ou outra folhinha verde, como coentro ou hortelã) e o suco de duas laranjas, com mais água se desejar. Tudo cru. Dá para dois copos.
DE CUSCUZEIRA Cozido no vapor Ponha alguns inhames com casca e tudo na parte superior da cuscuzeira, ou numa peneira sobre uma panela com água fervendo, e tampe. Depois de meia hora espete com o garfo para ver se estão macios. Nessa altura a casca solta com muita facilidade, basta puxar que sai inteirinha. É aí que o inhame tem o sabor mais simples e gostoso.
Purê de inhame Depois de cozinhar os inhames no vapor ou na água, solte a casca e amasse com um garfo; junte um pouquinho de manteiga e de sal marinho, ou molho de soja, e misture bem. Só precisa ir ao fogo de novo se for para esquentar.
Pastinhas de inhame São ótimas para passar no pão e substituem muito bem as pastas de queijo nas festas. A base é um purê de inhames cozidos e amassados, ao qual se acrescentam azeite ou manteiga, folhas verdes picadinhas (salsinha, manjericão, coentro, cebolinha) ou orégano; uma beterraba cozida e batida no liquidificador com inhame e um tantinho de água vai produzir uma pasta rosada; inhame batido com azeite, alho, água e sal faz uma delícia de molho tipo maionese. Use a criatividade e ofereça aos amigos uma coisa nova de cada vez!
DE FRIGIDEIRA Inhame sauté Depois de cozidos e descascados, corte os inhames em rodelas ou pedaços; esquente manteiga ou azeite numa frigideira; ponha os inhames, e sobre eles bastante folhas verdes picadinhas (salsa ou cebolinha ou manjericão ou coentro ou orégano ou…); umas pitadinhas de sal marinho; mexa rapidamente, baixe o fogo e deixe grudar um pouquinho no fundo para ficar crocante.
Inhame frito É muito mais gostoso do que batata. Faça exatamente como faz com ela: corte em rodelas finas ou palitos, frite em óleo bem quente e deixe escorrer sobre um papel que absorva a gordura.
Pizza de frigideira Rale inhames crus, misture com farinha de arroz ou de milho, tempere a gosto; achate a massa numa frigideira antiaderente e deixe assar dez minutos de um lado, dez do outro. Com alguma prática dá para fazer isso numa chapa bem quente, levemente untada. O ponto da massa não deve ser nem seco nem aguado.
DE PANELA Inhoque de inhame Faça exatamente como faz inhoque de batata: cozinhe os inhames, descasque, amasse com farinha de trigo e uma pitada de sal marinho até a massa ficar com a consistência do lóbulo da orelha. Enrole em cordões, corte, ponha para cozinhar de pouco em pouco numa panela com água fervendo. Quando os inhoques subirem é que estarão cozidos. Se puder, substitua parte da farinha de trigo comum por outra que seja integral. E o molho? Ao gosto do freguês…
Engrossando o caldo Cozinhe um ou dois inhames junto com o feijão, que eles desmancham e o caldo fica bem grosso.
DE FORNO Bolinhos de inhame Cozinhe, descasque e amasse ligeiramente os inhames com um pouco de cebola ralada, cebolinha verde picadinha ou alho-porró em fatias fininhas, umas pitadas de cominho e outras de sal; junte farinha de trigo para dar liga, pincele com gema de ovo e asse no forno até a superfície secar. Ou frite.
Forminhas de inhame Descasque e rale os inhames crus na parte mais fina do ralador, para obter uma papa líquida. Junte fubá de milho ou farinha de arroz integral (que se faz tostando o arroz e batendo aos pouquinhos no liquidificador) até conseguir uma consistência boa, mas ainda úmida. Tempere a seu gosto: com sementes de cominho ou de erva-doce, umas pitadinhas de sal, talvez um queijo ralado ou uma azeitona. Unte forminhas, encha com a massa e ponha em forno bem quente durante cinqüenta minutos.
Pizza de palmito Cozinhe, descasque e amasse os inhames; unte um tabuleiro, achate com as mãos bocados do inhame amassado e vá cobrindo com eles o fundo e os lados do tabuleiro. Asse quinze minutos em forno alto. Numa panela, refogue bastante cebola e ponha por cima palmitos frescas pequenas, abertas, sem espinha, temperadas com alho socado, sal e limão. Deixe cozinhar com tampa por quinze minutos. Tire a massa do forno, despeje o recheio, enfeite com rodelas de tomate ou de pimentão, pique bastante cheiro-verde e espalhe por cima. Leve novamente ao forno por mais dez minutos. Como variação desta receita, você pode não assar a massa antes de colocar o recheio; pode também reservar parte da massa para tampar a pizza, que aí vira um pastelão.
Bolo salgado de inhame Deixe de molho duas xícaras de triguilho durante duas ou três horas e esprema; junte a duas xícaras de inhame cozido e duas de farinha de arroz. À parte, refogue alguns legumes com um pouco de tempero, mas não deixe cozinhar. Tire do fogo e misture à massa. Ponha numa fôrma untada, espalhe queijo ralado por cima e leve ao forno alto por quinze minutos; aí ponha a chama em ponto médio e deixe mais quinze minutos. Cheirou, está pronto. Acrescente ovos cozidos se quiser um prato mais forte.
Torta de inhame em camadas Cozinhe, descasque e amasse os inhames; cozinhe e amasse a terça parte de abóbora; refogue uma verdura picadinha tipo espinafre, acelga, agrião, chicória, folhas de nabo ou de cenoura, etc. Unte um pirex com manteiga, ponha uma camada de inhame e sobre ela uma de abóbora; outra de inhame e sobre ela a verdura refogada; mais uma de inhame. Pincele ou não com ovo, enfeite com rodelas de cebola, leve ao forno para secar durante 20 minutos.
SOPAS Sopa de inhame com misso O misso, que é desintoxicante, é um alimento tradicional japonês muito usado como tempero, feito de soja fermentada com cereais e sal. Vem em forma de pasta. É muito rico em enzimas, proteínas e vitamina B12, devido ao seu processo de fermentação. Limpa o pulmão dos fumantes, restaura a flora intestinal, e acima de tudo dá um gosto todo especial à sopa. Portanto cozinhe os inhames descascados com o mesmo tanto de água, uma ou duas folhinhas de louro e alguns dentes de alho inteiros; depois bata no liquidificador para obter um creme fino. Acrescente o misso, na base de uma colher de chá cheia por pessoa, ou dissolva com um pouco d’água numa tigelinha e deixe que cada um se sirva como quiser. (Algumas pessoas vão preferir sal.) Cebolinha verde picada, por cima, combina muito.
Creme de inhame com agrião Faça como na receita anterior; depois de bater no liquidificador devolva ao fogo, ponha sal se for o caso, espere ferver e junte um bom punhado de agrião cru, lavado e cortado. Deixe cozinhar um minuto, apague o fogo e sirva. Com misso, se não tiver posto sal.
INHAME DOCE Torta de inhame com abacaxi Cozinhe os inhames, descasque, amasse e forre com essa massa uma assadeira untada; espalhe por cima uma compota de abacaxi feita com sementinhas de erva-doce e cravo-da-índia, quase sem água, pois o abacaxi solta caldo. Leve ao forno quente durante meia hora. Substitua por outra compota, se desejar.
Bolo doce de inhame Misture duas xícaras de inhame cozido com duas de aveia em flocos e duas de farinha de arroz integral (toste o arroz, bata no liquidificador em pequenas porções); meio litro de suco de laranja (ou outro líquido doce, como chá de estévia, ou leite de coco adoçado com melado); uma colher de sopa de manteiga, se quiser; umas pitadas de noz-moscada e canela em pó; frutas secas e castanhas picadas, ou banana madura em rodelas. A consistência da massa deve ser pastosa, nem aguada nem dura. Unte uma fôrma e leve ao forno quente durante meia hora, mais ou menos, mantendo a chama alta durante quinze minutos e baixando então para um ponto médio. Você sabe que o bolo está no ponto quando cheira. A partir daí ele vai secando, e quanto mais tempo ficar no calor, mais firme será sua consistência. Se quiser um bolo mais fofo, junte uma colherinha de café de bicarbonato de sódio dissolvida em suco de laranja no final do preparo da massa. Esse bolo dá um ótimo panetone quando leva frutas cristalizadas e é assado em fôrma alta.
Biscoitos de inhame A massa é a mesma do bolo. Unte um tabuleiro e despeje com a colher pequenas porções. Asse em forno alto até chegar ao ponto desejado. Como todo biscoito que leva aveia, este também só endurece depois que esfria.
Mousse de inhame com ameixa Ponha no liquidificador uma parte de inhames cozidos com uma parte de ameixas-pretas, sem caroço, cozidas com canela; aproveite a calda para bater a massa. Repita a receita usando maçãs ou bananas em compota em vez de ameixas. Para fazer a compota, não é necessário adoçar, pois essas frutas já têm bastante açúcar natural. Basta que estejam bem maduras. Leva-se ao fogo baixo, em panela tampada, com uma pitadinha de sal e só um dedinho de água. Quanto mais cozinharem, mais doces ficam.
EMPLASTRO DE INHAME Descasque e rale na parte mais fina do ralador uma quantidade de inhame suficiente para cobrir a área afetada. Rale também um pouquinho de gengibre com casca, dez por cento do volume do inhame. Misture tudo com qualquer farinha, só para dar liga. A pasta deve ficar bem molhada, senão diminui o efeito. Aplique sobre a região, cubra com gaze ou outro paninho fino, nunca com plástico (evite também cobrir com roupas de material sintético). Em duas ou três horas o emplastro estará seco; retire, ajudando com água morna se for necessário. Repita duas vezes ao dia.
“Eu não me importo com o que os outros pensam sobre o que eu faço; mas eu me importo muito com o que eu penso sobre o que eu faço. Isso é caráter.”

O novo mo(vi)mento social: calendários

Posted on

Para chegar ao nosso momento atual, caberia fazer uma recapitulação do ciclo no qual estamos diretamente inseridos.
Baseado no tradicional Calendário Cronocrator, tão usado pelos Antigos, sabemos então que cada ciclo social tem 200 anos, dentro deste período sócio-formativo -já constando em livros acadêmicos modernos, dada a sua notória base científica-, posto que as Idades do Mundo são um outro assunto, embora também empreguem “remotamente” as mesmas bases sociais.
Contando desde a “Descoberta” americana, os períodos dos ciclos sociais são estes:
1500-1700: “proletariado” …………. Elemento Terra
1700-1900: “burguesia” ………………Elemento Água
1900-2100: “nacionalismo” (atual) …Elemento Fogo
2100-2300: “espiritualismo” ……….. Elemento Ar
2300-2500: “síntese pró-civilizatória” …Elemento Éter
A partir disto, o Projeto-Exodus apresenta uma análise do atual ciclo social terciário ou nacionalista (que é o elemento central, acima), em seus três sub-ciclos de 60 anos, sob a regência do Elemento Fogo, o Terceiro Elemento. Os três Signos ou Estações ígneas deste Elemento, que são Áries, Leão e Sagitário, definem as três formas de organização social deste ciclo. Vejamos, daí:
1900-1960. A primeira parte está regida pelo signo marcial de Áries, dominada pela ordem-da-caserna, pois os militares é que implantaram o novo regime e regeram este primeiro terço do ciclo nacionalista, no qual tiveram que despender, inclusive, grandes esforços para abafar as revoltas daqueles que não aceitavam a mudança do regime, já que na prática este ciclo era mais republicano do que popular.
1960-2020. A segunda parte está regida pelo signo solar de Leão, dominada pela ordem-partidária, pois os políticos é que implantaram este segundo terço do ciclo nacionalista, no qual ainda vivemos e que determinou o amadurecimento do novo Estado social, inclusive criando uma Capital própria (Brasília), como sempre acontece nos sucessivos ciclos sociais do Brasil.
2020-2080. A terceira e última parte do ciclo nacionalista, estará regido pelo signo filosófico de Sagitário, denotando uma época de filósofos e viajantes, organizando uma ordem alternativa que valorize a Natureza, pois este signo homem-cavalo ou centauro combina estas duas dimensões e determina uma transição espiritual. A ordem-mística é que fundamentará este novo momento da nação, das escolas filosóficas e das comunas rurais de guerreiros da luz, suas tribos e aldeias sagradas, dentro de uma sociedade pós-Estado semi-anárquica -e novamente isto será alcançado pela união dos aspirantes por esta Nova Ordem de beleza e liberdade.
“Pós-Estado” significa empregar a máquina estatal para fins mais nobres e elevados, cabendo daí todo um esforço em aperfeiçoá-la e torná-la “leve”, já não pela força e nem pela diplomacia, mas pela persuasão inteligente e pela estratégia da mobilização social, utilizando-se nisto dos seus dons de formadores-de-opinião junto ao povo e ao Estado. Estas novas forças “filosóficas” atuarão na forma de custódias do Estado, aconselhando e protegendo os bons governantes, além de exercerem uma supervisão in loco sobre os atos dos governos em geral, organizando-se em paralelo com o Estado como militantes permanentemente mobilizados, e não como militares ou como políticos.
O Projeto-Exodus propõe, daí, como fórmula de resgatar e aperfeiçoar o Estado, a observação de três questões essenciais, a saber:
1. Sufrágio Universal
2. Equilíbrio demográfico
3. Supervisão popular
Em 1932, ocorreram as primeiras eleições diretas no país, para a população masculina. Esta foi, pois, a grande característica e a marca do primeiro sub-ciclo “republicano” e nacionalista.
Cabia, porém, também modernizar o país e apurar a sua segurança. O crescimento da população urbana foi então alimentado pelo êxodo rural, incrementado pelo processo de industrialização iniciado na década de 50, de modo que já na década de 60 se inverteu a proporção demográfica campo-cidade, existindo portanto ali ainda certo equilíbrio. Depois disto, contudo, as coisas saíram totalmente do controle, e se chegou no ano 2 mil com um índice de urbanização de 81%, tendo o Brasil algumas cidades enormes e até imensas, com problemas proporcionais.
É preciso hoje sanar esta grave situação que compromete a governabilidade das cidades e do país, através de um processo migratório inverso e organizado rumo aos campos e aos grandes interiores semi-desérticos do país. Deste equilíbrio dependerá não apenas a harmonia social, como também a capacidade da sociedade realizar uma supervisão eficiente sobre os atos do Estado, coisa que fica comprometida quando existe gente demais ou gente de menos nos lugares e ambientes.
LAWS

Mahasatyatri: As Três Grandes Verdades

Posted on

…as novas Verdades falam o oposto do que Gautama pregou, indo além do antigo Dharma; daí lhe serem complementares. Elas possibilitarão à humanidade a iluminação real daquela consciência purificada e adquirida, ou seja, a disposição de novos campos positivos de atuação, porém superiores, graças aos grandes ideais despertos na alma grupal.
O Livro do Dharma
ao lado: O Buda-Trino (Maitreya-Gautama-Chenrezig). A tríplice missão ou o corpo-trino (trikaya)
O estilo de formulação do Dharma em Maitreya, é em tudo análogo a Gautama. Todavia, existe uma diferença fundamental de Propósito entre ambos, trazendo a troca de direções das energias em seus postulados. O dharma de Gautama é negativo, e o dharma de Maitreya é positivo. Assim, a base do Sunyata-Dharma, que é a existência Dor, deve ser negada. Ao passo que a base do Sarvagatha-Dharma, que é a possibilidade da Felicidade, deve ser procurada. Os Caminhos propostos em cada dharma, servem então a estes Propósitos.
Isto corresponde também à diferença entre Trindade e Ternário, conforme é apresentado no Livro do Dharma (“Tushita – o Reino da Felicidade”, Ed. IBRSASA, SP, Capítulo 6).
Contudo, o dharma de plenitude de Maitreya, parte de bases anteriormente implantadas pelo dharma de pureza de Gautama. É a santidade sendo coroada pela excelência. Por isto o novo dharma parte daqueles conceitos que embasavam e coroavam o dharma de Gautama, como a compreensão da dialética cósmica o Vazio inerente, assim como os princípios-síntese de outros Avatares, reunindo-os e desenvolvendo-os nas suas múltiplas expressões (Mayatri), visando a Totalidade, manipulando-os extensivamente através das Ciências sagradas, bem orientadas e empregadas, de forma científica e ética. Com isto se chega a um equilíbrio (Tula), o qual emprega o conhecimento iluminado como base, proporcionando uma síntese adequada, que é o Vazio em si. Uma nova síntese dos graus de Vazio é elaborada, até que a matese (realização) é alcançada, proporcionando a derradeira Felicidade (Tushtî).
Assim, a rigor Maitreya refaz de início a análise cósmica de Gautama e também de outros Avatares como Thot e Jesus, ampliando-as numa espécie de recapitulação histórica. Codifica em forma de ciências suas energias, capazes de fornecer o devido equilíbrio pelo domínio de todas as suas facetas e ritmos. Esta é a Etapa Mayatri-Tula. Quando se gera o domínio das várias ciências, têm-se as sucessivas iniciações, que culminam no Grande Espelho, ou a Iluminação. É então a etapa Tula-Tushtî.
1ª Grande Verdade: TUSHTÎ
Tushtî é o dom da felicidade inerente à toda natureza divina. Mesmo na dor, o sábio iluminado compreende que trabalha pelo Bem, e recebe consolos divinos por seus esforços, assim como a esperança de alcançar tudo o que deseja e necessita em suas puras, justas e elevadas aspirações.
Algumas grandes Metas-chaves sintéticas são dispostas neste quadro, configurando por fim uma matese final. Enumeram-se assim três Sínteses, expressas e concretizadas como: a. Saúde Perfeita (nível físico); b. Almas-Gêmeas (nível psíquico), e c. Mente Criadora (nível mental).
A Grande Meta final que se obtém pela reunião de tudo é, certamente, a Iluminação, que proporciona poderes sobre o corpo físico e, com isto, sobre a própria Morte…
Na Nova Era, sob a orientação do dharma, a Iluminação é alcançada de fato, e não como mera hipótese no pós-morte como nos tempos atlantes. A Sangha do Novo Mundo comporta massivamente potenciais exatos para esta suprema Conquista.
Esta etapa se relaciona ao Novo Ashram e ao Espírito divino ou Dharma¬kaya.
2ª Grande Verdade: TULA
Tula é o sendeiro-de-equilíbrio que leva ao Estado Feliz. O equilíbrio pode ser procurado sob muitos ângulos. Pode parecer que o equilíbrio não leva muito longe, no que diz respeito às grandes conquistas do espírito. A imagem das montanhas e do vôo das águias soariam mais compatíveis. Mas, se pensarmos o quanto o homem está distante da verdade, então compreenderemos que o equilíbrio é algo raro e também elevado. Equilíbrio nos relacionamentos, na forma de se nutrir e de se vestir. Equilíbrio nos gastos financeiros e no uso dos recursos naturais. Equilíbrio nos ritmos pessoais e no emprego do tempo.
Basta pensarmos no seguinte: a verdadeira natureza humana pode chegar a ser uma coisa muito elevada, quando nos consideramos verdadeiros filhos de Deus. Como trata o mundo e a sí próprio um filho de Deus? Certamente com todo o respeito. Ele será comedido e harmonioso. Respeitará todas as formas de vida, relacionando-se com elas de forma suave e leve, sem provocar maior impacto sobre o ambiente. Esta parcimônia apenas qualifica as atividades em questão, que podem ser físicas (como a nutrição), psíquicas (como o amor conjugal) ou mentais (como a busca de conhecimento e informação).
De início, estamos falando, é claro, do vegetarianismo, o qual, longe de ser qualquer medida radical, é na verdade um caminho-do-meio alimentício, posto que a dieta ideal do homem seria o frugivorismo, o qual, este sim, não estebelece nenhum nível de dano para a Criação, e nem para a própria Criatura. De qualquer forma, elimina-se por completo o carnivorismo para aqueles que desejam realmente entrar no Reino, posto que até nas profecias dizem que os leões comerão feno com o boi (mesmo que haja um conteúdo antes simbólico nisto). Basta lembrar o alimento que Deus prescreveu ao homem no princípio, no Paraíso: “Eu vos dou todas as ervas que dão semente, que estão sobre toda a superfície da terra, e todas as árvores que dão frutos que dão semente: isto será vosso alimento” (Gênesis 1,29). E nisto está o melhor símbolo do vegetarisnismo: frutos, nozes, cereais, vegetais e legumes. Embora se possa empregar também laticínios com parci¬mô¬nia. Hoje em dia se pode fazer muita coisa com estes elementos, de modo que apenas a ignorância justifica a persistência na dieta carnívora.
O alimento físico é certamente uma base. Sobre ela se estrutura o psíquico, e sobre este o mental. Obviamente, o físico deve ser sempre o mais fácil e tangível. Aqueles que adentram na espiritualidade sem ter em conta adequadamente as reais necessidades do veículo físico, não asseguram bases sólidas para as realizações superiores. Afinal, não são apenas elementos físicos que se encontram envolvidos nisto. O vegetarianismo traz também um forte componente de compaixão por toda a vida, assim como uma compreensão mental das leis naturais e da evolução. É por estes últimos, de fato, que serve de base efetiva e credencia para evoluções posteriores.
O Novo dharma prescreve, através do Apocalipse de São João: “ficarão de fora os assassinos e os homicidas”. E isto não se limita, na verdade, ao crime supremo de matar outro ser humano, embora até o pareça. Toda a morte animal está incluída. É claro que o homicídio pode ter várias fontes, entre elas o fanatismo político, religioso e amoroso. Mas também o suicídio tem tantas vertentes, sobretudo o suicídio lento através do uso de entorpecentes, que distorcem a natureza deste templo divino dado a cada um que é o corpo físico. A coragem de buscar crescer e se curar é um elemento vital. Por isto diz o Apocalipse: “Ficarão de fora os covardes”.
Quem julga difícil disciplinar o físico a este nível elementar –como: não fumar, não comer carne e não agredir– deve deter-se e refletir profundamente sobre suas condições existenciais. É natural que o mundo antigo traga tantas crises e conflitos. Mas o panorama aberto pelo dharma, deve motivar a todos, sem excessão, a se regenerarem, a se modificarem, e a se aperfeiçoar. São tremendas as perspectivas de auto-realização no dharma.
Tanto é assim, que as etapas seguintes que se abrem àquele que sabe disciplinar-se de forma elementar seus sentidos, afastando-se de vícios, é o equilíbrio nos relacionamentos, inclusive conjugais, o que capacita o indivíduo a chegar à conhecer sua Alma-Gêmea, trazendo-lhe as mais belas e ini¬magináveis experiências e felicidades. E isto tampouco é mera hipótese. Pois, no dharma, isto se constitui uma verdadeira Ciência, com suas bases, meios e fins, científica, filosófica e epistemologicamente implantadas. O novo dharma prescre¬ve, através do Apocalipse de São João: “ficarão de fora os cães, os impúdicos e os fornicadores”. Assim, a pureza e a castidade são virtudes valorizadas, tendo em vista o amor universal que inclui é claro a forma suprema do contato com a Alma-Gêmea, a única que de fato proporciona aquela síntese sagrada entre castidade e sexo, mas a qual apenas pode ser reconhecida a partir do nível da Alma; razão pela qual torna-se essencial despertar esta dimensão dentro de cada um, através da religião, da devoção, da fraternidade, da compaixão e da indenidade. Diz o Apocalipse: “Ficarão de fora os infiéis”.
No mesmo sentido, a Mente deve ser mantida pura e elevada, voltada para assuntos superiores e não se macular ou poluir com coisas mesquinhas e menores. Naturalmente, isto precede toda a possibilidade de se deter em assuntos tão elevados como as verdadeiras Ciências sagradas. Deve ser treinada e refinada. A veracidade deve ser sempre fomentada, de modo a não se cair no vazio e atrair carma. Está escrito no Apocalipse: “Ficarão de fora os que amam ou praticam a mentira”.
Nos melhores casos, a auto-realização emocional plena adquirida pelo contato cabal com a contraparte que nos completa, proporciona base ideal para uma mente estimulada, sadia e iluminada, apta a galgar as mais altas es¬feras de conhecimento –e também servir como instrumento para captar energias cósmicas. Pois o que tem-se em vista aqui é mais que a “Mente Iluminada” do Budismo, conhecida como Bodhicitta: é a “Mente Criadora”, Bodhichchhâ. Esta Mente poderosa deve ser adquirida pelo: a. treinamento individual com o Dharma, b. pela comunhão com a Sangha e, c. também pela influência do Buda e seus Ar-hats.
Esta etapa se relaciona à Nova Raça e à Alma divina ou Sambho¬gakaya.
3ª Grande Verdade: MAYATRI
Mayatri é a análise cósmica que pode nos conduzir a Tula e daí a Tushtî.
As Ciências espirituais devem ser encaradas com sabedoria, e o Ashram oferece os meios para isto. As Ciências tradicionais recebem hoje um grande impulso, pois é forte o interesse das pessoas por estas expressões mais sutis de conhecimento, na entrada da Nova Era –até porque os tempos apontam claramente para uma síntese entre todas as formas de conhecimento.
Porém, sob a influência do mundo corrupto e material, a forma como tem sido praticadas tornam dúbios os seus efeitos. As ciências sagradas devem seu usadas para redimir o mundo, ao invés de se deixar que o mundo é que corrompa tais ciências.
Vale lembrar então, que o Apocalipse prescreve que não entrarão na Cidade Santa (ou seja, no universo do Dharma) “os adivinhos, os magos e os idólatras”.
As Ciências sagradas são reveladas de fato aos estudantes do Dharma, como tem sido feita em grande parte já, servindo isto como base segura para a vindoura síntese. São apresentadas como formas puras e científicas de conhecimento cabal, codificadas sobre as estruturas de experiência nos diversos níveis de construção do Ser. A base para isto é, claro, a Ciência do Microcosmo, elaborada pela Encarnação divina, que de resto, é a primeira que a configura de forma pefeita e cabal.
Esta etapa se relaciona à Nova Era e à Personalidade divina ou Nirmanakaya.
Da obra “Dharma – a Canção da Vida”, LAWS.

O AMOR

Posted on

Uma Mensagem de SALOMÃO
Canalizada por Armando Carboni
31 Maio 2010
O Amor enobrece os seus espíritos e os leva à graça de Deus.
O Amor é o sentimento da Paz, da Força.
É o sentimento da concretização e da União.
Agarrem-no, segurem-no, não deixem que o vento o leve para longe de vocês.
E tenham sempre em seus corações imagens boas, imagens que possam se revelar ao Amor a pessoa que vocês são, porque o Amor nunca entra em um coração vazio.
Prestem muita atenção no que eu digo.
Não são palavras frívolas.
São as palavras que os acompanharão pelo resto de suas vidas.
Nelas está o conteúdo que vocês precisam, pois ninguém consegue viver sem o Amor em seus corações.
E alguém entre vocês que pode querer saber se esse Amor de que falo é o Amor entre um homem e uma mulher.
E eu digo: sim, é claro que sim.
Pois é desse amor que se geram as famílias.
É desse amor que se geram as crianças que comandarão o futuro.
Mas eu também falo de um Amor fraterno, do Amor de um modo geral.
Pois é o Amor que dá o equilíbrio para as suas amizades e que faz a alegria florescer em seus corações como o brilho de uma estrela, como os raios solares, como a luz da lua ou como a primavera que lhes dá as flores que vocês tanto gostam e admiram.
Para vocês terem uma imagem mais concreta, vocês precisam tanto do Amor como da alimentação.
A alimentação cuida de seus corpos e o Amor cuida de suas almas.
E vocês têm que cuidar dessas duas partes para que suas vidas transcorram num percurso normal e verdadeiro.
O que vocês precisam é encontrar a sua verdade para poderem percorrer com altivez o caminho a vocês destinado.
O que vocês precisam é não lastimar e encontrar o jeito certo para derrubarem todos os empecilhos que encontrarem no trajeto de suas vidas.
O que vocês precisam é não se acovardar, é buscar com tenacidade tudo aquilo que vocês precisam, mantendo a garra, a valentia, o ardor e a dedicação.
Somente com essas determinações e força de vontade é que vocês serão recompensados e vencerão, porque, aí sim, a fibra de vocês se fará presente em suas aspirações.
Não se preocupem, mas também não pensem que ganharão o que querem sem mostrar a razão.
Não pensem em ganhar sem mostrar a força interior, esta força que existe dentro de vocês e que os faz insistir em seus propósitos, insistir nessa luta insana que os acompanha no seu dia a dia.
Ponham em seus pensamentos que nada virá se vocês mantiverem-se sentados e com os braços cruzados.
Nada virá sem os seus esforços.
A vida de vocês nesta Terra é de uma luta constante e sem tréguas.
E eu quero que vocês vençam esta luta.
Mas, por favor, percebam que essa luta não pode ter o sangue que corre em suas veias derramado.
É uma luta sem ódio e sem machucar nenhum de seus semelhantes.
É uma luta sem roubo e sem atos de que, com certeza, se arrependerão.
Essa luta tem que ser ganha com galhardia dentro de uma redoma de moralidade, hombridade e orgulho, para que no final possam olhar nos olhos de um outro ser humano e ter um só pensamento: “Eu venci sem nenhuma falcatrua e por isso sou feliz.”
E esse é o significado real da história de ser feliz.
É esse o valor de sua luta: viver com Amor e felicidade, mesmo se vocês não conseguiram conquistar tudo o que queriam.
A felicidade que vocês procuram pode estar em lugares que vocês nem imaginam.
Pode estar dentro de sua casa.
Pode estar no lugar em que trabalham.
Pode estar dentro de vocês, assim como o sentimento do Amor.
Eu sei que vocês querem o sentimento do Amor.
Vocês querem a felicidade.
E eu acho que esse querer é um direito de todos vocês que aqui estão, e que vocês todos deveriam tê-lo para dele desfrutarem.
Mas também sei que, em sua maioria, aqueles que procuram esses sentimentos estão procurando em lugares errados.
Talvez por não ser possível tocá-los com suas mãos, muitos de vocês, que já têm esses sentimentos ao seu lado, não conseguem reconhecê-los.
Eu não quero decepcioná-los.
Eu não quero decepcionar ninguém.
Mas quero que vocês saibam que ser feliz não é ter posses, não é ter roupas caras, não é ter automóveis novos, não é ter casa própria ou qualquer outra coisa que o valha.
Ser feliz está na sua própria maneira de viver, está no fato de vocês gostarem de tudo que os cerca, de vocês gostarem de si mesmos, de amarem tudo o que é seu e olharem para o que já conseguiram e dizerem: “O que vier a mais, e se for para o meu proveito, será bem-vindo.”
E não vivam pelas coisas.
Deixem as coisas viverem para vocês.
Tomara que a vida ainda tenha muito a lhes oferecer.
Mas não vivam na ilusão, vivam a vida que seu destino preparou e jamais sintam pena, jamais sintam dó de vocês mesmos.
Orgulhem-se do que são.
Enobreçam o seu Espírito, pois é Ele, somente Ele que os levará à Presença de nosso Pai Maior.
Eu Sou Salomão e podem ter certeza de que eu os esperarei, porque para chegar ao nosso Pai vocês terão que passar pelo espaço em que estou, mas para sua tranquilidade, eu mesmo espero que esse nosso encontro ainda demore bastante.

CRISTAIS PINEAIS – SEM MAIS SEGREDOS

Posted on

O GRUPO
Por Steve Rother
Nota de Steve Rother:
Nesta mensagem, o grupo discorre sobre dois tópicos importantes, mas que poderão parecer não estar relacionados. Sempre faz parte de meu trabalho intitular cada mensagem de maneira a poder sintetizar a essência da mesma para todos vocês. Desta vez isso foi difícil, pois os tópicos cobertos foram variados, embora em sua conclusão se possa perceber o quanto estão intimamente relacionados.
economia. Eles brincaram que “o gás ainda não saiu totalmente do balão” e, até que este se esvazie todo, não se poderá estabelecer um novo alicerce sobre o qual se possa construir um crescimento duradouro. Eles, todavia, defenderam o argumento de que nossos sistemas econômicos se basearam unicamente em percepções e que, em realidade, tais sistemas se fundam em percepções acerca de percepções… O grupo precisava enfatizar este ponto, para que a parte seguinte da mensagem pudesse ser compreendida, acrescentando que nós nos encontramos bem agora numa encruzilhada, assim como estaremos no futuro imediato.
Desde 1998, quando eles inicialmente canalizaram sobre as Crianças-Cristal, disseram que quando elas começassem a chegar, não haveria mais segredos – exatamente o que estamos testemunhando hoje: aquilo que se passa no Irã e em muitos outros lugares da Terra neste momento.
O grupo disse que uma massa crítica está prestes a ser atingida nos EUA, quando serão revelados muitos desses segredos, a partir de várias e diferentes fontes. Quando isso acontecer, o modo como lidamos com tal conhecimento e como o percebemos determinará o futuro de nossas economias ao longo da próxima década. E os próximos dez anos determinarão o rumo das economias globais ao longo dos próximos cem anos. Se houver transparência e honestidade, na medida em que estas verdades forem reveladas, a percepção geral será positiva.
E mesmo que provavelmente a reação inicial venha a ser de raiva e desconfiança, a percepção mundial pode ser globalmente positiva, vista como a purificação de algo que, uma vez revelado, jamais aconteça novamente. Mas se houver a tentativa de esconder ou manipular essa iminente onda de verdades nuas e cruas, reinaria a desconfiança e o balão de nossas economias se esvaziaria por completo.
É portanto nossa escolha e todos nós podemos exercer papéis ativos no que está por vir.
E se quisermos exemplos de como fazer a diferença e fazer ouvir nossas vozes, basta voltarmos o olhar para as valentes almas no Irã.
O segundo tópico importante coberto pelo grupo foi o dos Cristais Pineais que estão se formando nos seres humanos como parte do processo de religação e o que isso pode significar para todos nós. O
grupo vem falando há anos sobre o fato de a humanidade estar se tornando cristalina e esta é a primeira evidência sólida de que isso está acontecendo em seres humanos. De fato, a ciência médica até mesmo cunhou um novo termo para o fenômeno: “biomineralização”.
Mas antes que vocês comecem a imaginar gente feita de rocha caminhando por aí, permitam-me dizer que o grupo explica que, uma vez ativado, tal processo físico pode ser um passo rumo a novas formas de comunicação telepáticas, viagem no tempo, consciência multidimensional e controle do processo de envelhecimento físico.
Basicamente, este é o próximo passo na nossa evolução!
Vocês estão prontos?
Acho, portanto, que estes dois temas estão relacionados, porque se os Cristais Pineais forem ativados, deixará de ser possível, afinal, manter segredos.
Fortes abraços e um excelente mês de Julho a todos!
______________________________________
Saudações de Casa
Há muito a cobrir…
Hoje transmitiremos uma mensagem um pouco mais diversificada, pois muitas coisas estão acontecendo no planeta Terra. É uma época mágica para a humanidade, pois vocês despertam deste sonho não apenas como indivíduos, mas como uma raça de espíritos fingindo vestirem bolhas de biologia física.
O que está ocorrendo é que todos os seres humanos, em todas as partes, estão elevando suas vibrações.
Sim, vocês olham ao redor e o que vêem são baixas vibrações espalhadas pelo planeta, as quais mais freqüentemente é que se tornam as manchetes.
Temos repetido que o avanço humano se limita pela mais baixa vibração existente em seu mundo. Contudo, vocês não estão restritos por ela, pois na medida em que elevam a vibração coletiva dentro de determinado segmento de uma faixa vibracional, ao atingirem esse novo nível, vocês automaticamente puxam para cima aquele nível mais baixo.
Não se preocupem portanto em saírem por aí salvando o mundo ou tentando mudar alguma outra pessoa. Olhem para si mesmos com o foco em seu interior. Concentrem-se naquilo vocês podem fazer para ativar essa luz em seus próprios olhos. Façam aquilo que puderem para descobrirem um propósito em seus corações… Algo que vocês possam manter junto a si, ou em direção a algo que possam seguir… Pois agora, mais do nunca, isso está se tornando criticamente essencial neste planeta.
Muitos de vocês têm contratos ativados temporalmente, ou seja, vocês precisavam estar aqui na Terra em uma época e em um momento bastante específicos, a fim de realizarem o trabalho que sua alma e seu espírito realmente queriam que vocês fizessem.
A boa notícia é que vocês o conseguiram!
Continuem pois com este trabalho a partir de agora, assumindo quem você são!
Permitam que nós lhes ajudemos a refletir de volta para vocês sua própria energia, de modo que possam re-lembrar-se de quem realmente são. Seus corpos físicos estão experimentando todo um processo de transformação, o qual está acontecendo de muitas formas diferentes.
A re-ligação física sobre este planeta já começou em muitas pessoas e vocês estão começando a se ativar de maneiras das quais ainda não estão conscientes. Existem níveis de suas próprias dimensões que estiveram separadas por éons de tempo, mas à medida em que vocês se re-ligam, todas essas ilusões de separação começam a se dissipar e é por isso que dizemos que cada um de vocês está começando a se tornar conscientemente multidimensional, ou seja, cada um de vocês não é uma “única pessoa”…
Vocês existem em 11 diferentes dimensões de espaço e tempo, as quais estão silenciosamente reunindo-se, à medida em que aqueles marcos divisórios entre tais níveis começam a desintegrar- se.
E, com o desdobramento desta re-ligação, os seus corpos físicos começarão a perceber as coisas, como jamais antes, através dos seus próprios olhos, ouvidos, narizes e bocas…
Cristais Pineais
Neste exato momento estão ocorrendo eventos de re-ligação em seus corpos físicos, especialmente no cérebro.
O corpo físico do ser humano está evoluindo e uma dessas importantes mudanças se dá na glândula pineal, embora não se limitem somente a esta localização específica, na qual cristais estão se formando… estruturas cristalinas do mineral chamado calcita… formando-se nos cérebros dos seres humanos em toda a parte.
Estes cristais podem ser sintonizados para receberem freqüências eletromagnéticas.
Vocês têm se comunicado entre si através de freqüências eletromagnéticas (ondas de rádio) que viajam através de seus corpos. Sem sequer perturbarem vocês, inúmeras freqüências eletromagnéticas atravessam seus corpos físicos neste momento, embora não estejam cientes delas. Mas isso está começando a mudar…
Numa fase inicial, vocês poderão ficar hiper-conscientes, o que pode ser temporariamente problemático, mas a idéia é atingir a zona de conforto de cada um de vocês, de forma a ativarem a si mesmos.
Não se trata porém de uma corrida, prezados!
Queiram respeitar o tempo de cada um, sem forçarem seus corpos além do próprio equilíbrio deles…
Mas vocês o conseguirão – e muito bem.
Os cristais que se formaram em seus cérebros lá estão já faz algum tempo.
Em verdade, vocês iniciaram a segunda onda de capacitação há cerca de 60 anos, em cuja época estes cristais começaram a formar-se. Embora tenham se mantido dormentes em seus corpos à espera de ativação, a ciência médica já começou a vê-los. Podem-se inclusive observar fotos de cristais em formação na glândula pineal.
A ciência médica os chama de “problemáticos” , pois eles parecem estar causando dificuldades e desafios para a estrutura fisiológica humana. E então vocês engolem a crença de que isso seria por causa de algo que possam ter feito de errado… Todavia lhes dizemos que este é um processo natural de sua evolução e incrivelmente empolgante, porque agora vocês realmente podem ver!
Vocês têm discorrido sobre temas como comunicação interior e telepatia, tendo inclusive procurado exercitá-las. Ainda que muitos saibam serem verdadeiras, tais habilidades sempre ficaram um pouco fora de alcance para a maioria das pessoas, porém não mais…
Como pois ativar estes cristais e utilizá-los para os seus propósitos mais elevados?
E, mais importante ainda, como sintonizá-los em uma estação específica de cada vez?
Este é o desafio sobre o qual muitos de vocês se debruçarão ao ativarem esses cristais.
Os cristais estão vivos; a Terra é um ser vivo.
Ela é um ser senciente e muito consciente.
E como os cristais são os mais elevados níveis vibracionais do reino mineral, pode-se facilmente depreender que os cristais são o cérebro do planeta Terra. Mais precisamente, de fato, os cristais são a glândula pineal do planeta Terra. Os cristais com os quais vocês estão mais familiarizados constituem o mais elevado nível vibracional do reino mineral. E esta é a razão pela qual muitos de vocês falam com cristais, deles recebem mensagens e neles mantêm registros.
Você expressam a maior gama vibracional do reino animal, assim como os cristais irradiam a mais alta freqüência no reino mineral.
Os seres humanos estão se tornando Cristalinos.
Vocês já ouviram falar sobre as Crianças Cristal e Índigo que chegam à Terra com suas faculdades telepáticas já “embutidas”…
Elas ainda não sabem como utilizá-las, mas com um pouco de dedicação seus sistemas de comunicação interna lhes permitem melhor sintonizá-las e aplicá-las.
Vocês também as possuem e é aí que entram esses cristais.
Quando vocês aprenderem a usá-los e adaptá-los, isso exercerá um efeito muito interessante sobre a humanidade. Entretanto, não é apenas sobre o reino humano que estamos falando.
Pois se vocês repararem na estrutura celular da vida vegetal, perceberão que as plantas, cada vez mais, também se tornam cristalinas em sua natureza.
Plantas e animais estão começando a assumir características energéticas cristalinas, de uma maneira jamais vista antes neste planeta. E isto faz parte de sua evolução natural: vocês estão se tornando cristalinos.
Mas esta não é uma transição difícil. Se atentarem para sua própria tabela periódica, lembrar-se-ão de que as estruturas químicas que vocês atualmente possuem (com base no elemento carbono) e as estruturas com base no silício estão na realidade a apenas alguns átomos de distância umas das outras.
Com alguns rearranjos, é possível migrar destas para aquelas.
Isso está acontecendo em toda a Terra: nas plantas, nos insetos, nos animais, cujos reinos estão assumindo estruturas cristalinas.
É interessante observar que chegará um momento em que vocês não mais precisarão destes cristais físicos e eles começarão a dissolver-se. Trata-se pois de condições temporárias para vocês, mas nesta época presente eles estão em plena formação.
Tem ocorrido a formação de depósitos de cálcio nas glândulas pineais da maioria dos seres humanos por uma série de razões. Sua ciência supõe que isso tem a ver com o flúor presente em sua água encanada.
Quando os telefones celulares começaram a ser utilizados no planeta, por exemplo, evidenciou-se a formação de tumores nos primeiros usuários, o que gerou inúmeras discussões. Embora tenha sido algo bastante real, não chegou a se materializar como o enorme problema que havia sido anunciado.
A glândula pineal humana era, de fato, vulnerável àquelas novas freqüências pulsando tão junto ao corpo, porém isso também é algo que já se transformou. Por causa do apelo em massa pelos recursos da telefonia celular, o corpo humano adaptou-se e aprendeu a harmonizar-se com aquelas freqüências.
E vocês estão começando a adaptar-se de várias outras maneiras.
As adaptações iniciais se deram em função do instinto de sobrevivência e em um nível inconsciente. Agora, contudo, você poderão aprender a sintonizar-se em níveis conscientes, tornando-se capazes de se comunicarem não somente entre vocês mesmos, como também com o resto da Terra.
Vocês serão capazes de conversarem através de cristais, algo que vocês ativarão de múltiplas maneiras, embora as evidências físicas já estejam se mostrando em todo o planeta, com toda a humanidade, com as pessoas mais velhas e também com as mais jovens
Percepção e Economia
Abordemos agora outra questão importante: a estrutura econômica de seu planeta.
Todos vocês atravessaram grandes mudanças nas economias da Terra nestes últimos meses. Vocês já esperavam por tal situação e dela sabiam havia algum tempo, pois vinham falando sobre novas estruturas, novas abordagens e novas maneiras de lidarem com o dinheiro – novas e emocionantes idéias. Pois isto está acontecendo agora e as oportunidades estão se abrindo.
A partir da nossa perspectiva, muitas economias da Terra pareciam balões cheios de ar quente, uma figura de linguagem para dizer que um balão cheio de ar quente aparenta ser muito maior do que realmente é. E o maior destes balões era o próprio sistema econômico dos Estados Unidos, do qual escapou bastante ar…
Mas isso foi realmente fantástico, porque o que está se vendo é a possibilidade de se construir sobre uma base mais estável. Mesmo que aquela aparência acolchoada tenha desaparecido, ainda sobrou algum ar no balão. Muito em breve um novo evento se dará (e é por isso que estamos falando deste assunto) e que exercerá significativo impacto em sua estrutura econômica.
O que estamos tentando lhes dizer é que a sua estrutura econômica se baseia somente em percepções.
Há pouca base factual na maioria de suas estruturas econômicas. Nada há de errado nisso, pois foi assim que vocês escolheram jogar. Quando o Guardião [Steve Rother] começou a receber informações de nós, ele disse, “Agora conto com esses seres falando por sobre meus ombros e que podem ver tudo. Vou perguntar a eles sobre o mercado de ações.”
E nós rimos histericamente.
Achamos hilariante que ele nos perguntasse sobre o mercado de ações, pois este é um jogo humano dentro de um outro jogo dentro de outro jogo, com base na percepção de uma percepção de outra percepção. Como prever aonde ele vai dar?
Achamos mesmo muito engraçado.
Trata-se de um jogo criado por vocês e vocês é que definem como jogá-lo. Somente os criadores do jogo poderiam fazer previsões sobre ele, embora vocês mesmos não estejam se saindo muito bem com ele… Sim, vocês podem jogar esse jogo neste nível vibracional, mas ninguém mais pode. Entretanto, falaremos um pouco mais sobre isso, pois se trata de uma peça importante.
SEM MAIS SEGREDOS
Todas as economias se baseiam em percepções e vocês estão prestes a afastarem parte deste véu e verem coisas que nunca viram antes. E isso acontecerá em muitas e diversas áreas.
Vocês descobrirão coisas sobre o evento ao qual chamaram 9-11, assim como sobre várias das estruturas que estiveram ocultas neste planeta. O véu está sendo erguido e por isso não haverá mais segredos no planeta Terra. Simples assim.
Mesmo que muitos de seus líderes ainda não o saibam completamente, eles estão rapidamente descobrindo não mais ser possível estar totalmente sem integridade e conseguir sustentar-se diante de seres telepáticos no planeta Terra.
E hoje é isso o que muitos de seus governos estão descobrindo, como o do Irã.
Eles estão percebendo que todos os olhares se voltam para eles e que, portanto, ou as mudanças acontecem ou eles irão se desintegrar. É tão simples…
Pode ainda levar algum tempo, mas este é o processo que está se desdobrando e do qual faz parte tudo aquilo que vocês criaram para se comunicar, seja através do telefone, da televisão, da Internet e de todas as outras peças deste cenário.
Vocês estão na verdade conectando corações e agora serão também capazes de fazê-lo através da glândula pineal, de tal maneira que toda esta evolução acabará por dispensar a própria tecnologia.
A prática lhes permitirá liberar alguns desses componentes externos e realizar tudo internamente.
E eis que um evento sobrevirá ao planeta Terra e que será de grandes proporções.
Toda a verdade precisa ser exposta e se dará de fato uma espécie de revelação.
Vocês verão e sentirão a verdade, mesmo que ninguém a confesse ou admita.
Os seres humanos, em todos os lugares, estão começando a ver a verdade em si mesmos.
Em função de muitas mentiras e desvios de energia, aconteceram muitas coisas que não se tornaram de conhecimento público e serão exatamente elas a serem agora iluminadas. Todos vocês rapidamente começarão a perceber e a conhecer tudo o que ocorreu e transpareceu.
Mas a forma pela qual o mundo em geral vier a perceber tudo isso é que determinará o futuro imediato da economia global, a começar pelos Estados Unidos, rapidamente se espalhando para o resto do mundo. Pois sendo vocês Um, não somente seus corações são permanentemente unidos, como também suas economias se entrelaçam, o que é muito saudável.
O Fim da Separação
Vocês estão começando a ver que ninguém está realmente só.
Ninguém pode segregar-se completamente e são tais ilusões de separação que silenciosamente vêm minando e matando a humanidade. Mas agora é a hora de apertar o botão “re-set”, buscando ver como vocês são semelhantes entre si, mais do que aquilo em que vocês divergem.
E assim conseguirão ver que outros estão trilhando o mesmo caminho que vocês, para quem poderão estender a mão e dizer: “Venham! Encontramos uma porta! Vamos atravessá-la juntos!” Pois é isso o que está acontecendo no planeta Terra neste exato momento.
Tal ativação em breve se dará, pois a massa crítica da verdade está sendo alcançada.
As pessoas exigem que a verdade seja dita. O resultado final não importará muito, pois será a percepção deste evento que determinará o futuro de sua economia nos próximos dez anos. Porém, quando contemplarem seu passado e sua história, perceberão as grandes mudanças que agora ocorrem com cada um de vocês.
Vocês se tornarão ainda mais multidimensionais com a ativação desses cristais, pois eles não existem em uma dimensão somente.
Eles são de natureza multidimensional, assim como o são todos os cristais.
E à medida em que mais deles fizerem uso, sentir-se-ão mais confortáveis e fortes com isso, além de conscientes e seguros, com a sensação de nunca estarem sós neste planeta, o que dará aos espíritos fingindo serem humanos mais confiança do que jamais tiveram, integrando mais e mais seus espíritos em seus corpos do que jamais foi imaginado possível quando inicialmente desenvolveram estas formas físicas.
E na medida em que isto acontecer, você se adaptarão ainda mais.
Sim, este é um período de adaptação e até mesmo de… agüentar alguns trancos.
Tempo de encontrar a luz na própria escuridão… alcançar sua luz interior e sua paixão.
Mover-se nesta direção, mesmo que apenas levemente, mudará suas vidas da noite para o dia.
Daqui testemunhamos algumas de suas lutas, suas dores e sua solidão.
Sentimos suas energias, quando às vezes não conseguem encontrar vibrações complementares para validarem suas próprias vibrações. Nós sabemos que vocês às vezes se acham muito sós, mas isso não seria possível, mesmo que tentassem.
Então nos aproximamos e lhes fazemos cócegas, apenas para lembrar-lhes de que estamos aqui e porque lhes amamos mais do que jamais saberão.
Vocês estão alterando o curso do próprio universo.
Vocês estão evoluindo Deus e muito nos orgulhamos de assistir aos seres humanos do planeta Terra tornando-se divinos.
Seus campos energéticos se transformarão.
Muitos de vocês são curadores ou professores de alguma modalidade.
Portanto, quando encontrarem algo que funciona para vocês, compartilhem- no!
Descubram maneiras de mostrá-lo a alguém mais.
Movimentem essa energia e assim abrirão as portas para toda a humanidade passar.
Agora É Com Vocês!
Porém não se enredem nos dramas e medos, pois haverá vários…
Muito ficou oculto no planeta Terra… Muitas das conspirações, que alguns pensaram fossem reais, poderão revelar-se verdadeiras. O desafio é ver as coisas como realmente são, ao invés de enredar-se no drama.
Será difícil confiar nos líderes de qualquer tipo, imediatamente após o evento ou a revelação que acabamos de mencionar. E isso é ótimo, porque não são seus dirigentes que mudarão suas vidas, mas vocês mesmos. Vocês são os únicos que podem assumir a responsabilidade por isso, algo que vocês estão prestes a descobrir.
Cada um de vocês tem a oportunidade de determinar o próprio destino enquanto essas energias se movem… Vocês podem estar em qualquer lugar que quiserem, assim como mudá-lo quando quer que o desejarem. Tudo de que precisam saber é que vocês têm escolhas e que estas se dão em um nível consciente.
Queridos amigos, suas energias têm se expandido muito rapidamente.
Vocês são incrivelmente belos, levando tanta luz dentro de seus seres!
E deixá-la transparecer, juntamente com a luz do Lar Primordial, é o que lhe confere este belíssimo e mágico sabor humano, que o tempo todo celebramos.
Nós os festejaremos em Casa, quando decidirem voltar para o Lar. Muitos escolherão isso, pois os tempos vindouros poderão ser muito estressantes.
Alguns simplesmente dirão: “Preciso ir para Casa.”
Não existe certo ou errado em ir para Casa e é absolutamente a mais bela experiência humana que terão. Retornar para o Lar é uma grande paz. Só que todos vocês podem fazê-lo sem deixarem seus corpos físicos agora. E é isso o que se descortina bem à frente.
Apreciem a aventura e agüentem firmes, pois será uma viagem e tanto!
é com a maior das honras que lhes pedimos para se tratarem uns aos outros com respeito, cuidando uns dos outros a cada oportunidade, re-lembrando- se de que se trata de um jogo e… joguem bem juntos!
Espavo
O Grupo
_________________________________
Nota de Copyright:Copyright 2000 – 2009 Lightworker.
Esta informação foi feita para ser circulada e poderá ser livremente divulgada, integral ou parcialmente, de acordo com as seguintes condições : O uso deste material implica que seu usuário concorda com as seguintes condições:
1. As palavras “Copyright 2000 – 2008 Lightworker.
http://www.lightworker/. com” deverão ser incluídas junto a todo o material publicado.
2. Seu usuário concorda que todos os direitos, inclusive de copyright sobre o material traduzido,
permanecerão de posse do Lightworker.
Caso você traduza este material, nós nos reservamos o direito de compartilha- lo, atribuindo-lhe o devido crédito como tradutor, no site do Lightworker para que ele esteja disponível para todos.
Maiores informações sobre o Grupo poderão ser encontradas em:http://www.Lightwor ker.com.
Obrigado por nos ajudar a espalhar esta luz!

Convite – Noite Sufi

Posted on Updated on