hélio couto

Como fundir-se com o Todo?

Posted on

Opérculo

Posted on Updated on

OPÉRCULO

Desde que tu deixaste teu reino de amor ser violentamente invadido e tomado pelos brutos, a vida ficou mais triste por aqui, mulher…

Eles calaram tua voz melodiosa e com ela as canções de alegria e esperança que ouvíamos ao redor das fogueiras e dos fogões. Com o passar do tempo, as estórias de heroínas e finais felizes foram abafadas a todo custo, para que tu te esquecesses da estrela linda que és.

Não satisfeitos em te calar no pico da tua altivez, te silenciaram no profundo vale da vida que carregas no ventre. Da flor pura e perfumada que eras, despetalou-se quase inteira e os restos, parcamente costurados com espinhos infectos, te fizeram parecer mais como uma fétida boneca de trapo. Remendada e disfuncional.

Maneira sórdida de constranger a vida que em ti borbulha… De uma só vez, roubam o teu prazer, o direito à maternidade, à saúde e ao bem-estar. 

Quando sobrevives, carregas por toda a vida a dor e o sofrimento ocultos debaixo das longas vestes. Só os teus olhos à mostra são capazes de revelar a prisão em que habitas e o completo desespero de uma vida silenciosa e dominada pelas regras.

Julgas que o que passas é o certo, mas lá no fundo de ti sabes que não deveria ser assim. Como observadora da natureza à tua volta percebes que até os animais podem gozar de liberdade, podem fugir, podem rebelar-se, podem morder e pular na garganta do algoz. Mas a ti, parece que esse direito foi negado. A última vez que esperneaste foi inútil. Não conseguiste fugir do destino que conceberam para ti.

Não sofras mais. Os brutos enxergarão através do teu véu toda a barbárie que cometem em nome do poder. Chegou a hora de voltar a ter esperança, mulher… De pousar teus olhos numa nova realidade que surge hoje, estarrecedora diante de ti… A Verdade e a Liberdade do Lírio. Sou suspeito para dizer, mas não poderiam ter feito melhor escolha…

Oscar Wilde
Canalizada em 27/03/2012

Auto-sabotagem III

Posted on Updated on

Auto-sabotagem III
Quando tudo está indo bem e o progresso acontecendo, a pessoa estraga de uma forma de outra o que progresso que vem tendo. Pode ser batendo o carro, ficando doente, perdendo o emprego, etc. É um padrão que acontece sempre. Pára tudo e tem de começar de novo. Isso a vida inteira acontece até que a pessoa desiste.
As desculpas são as mais sutis possíveis. Nunca a pessoa é a responsável por aquilo. Sempre é vítima. Praticamente ninguém quer assumir que cria a própria vida com seus pensamentos e sentimentos. Ou em física: que colapsa a função de onda.
É muito mais fácil acreditar que houve um acidente de carro ou que tem uma crise financeira e perdeu o emprego por isso ou que a crise é que dificulta virem os clientes ou …
Se a pessoa olhasse para dentro de si e visse o que escutou na infância, dos seus pais e parentes, professores e etc., entenderia o programa que está implantado na sua mente. Esse programa executa o que a criança aprendeu de todas essas pessoas. Tipo:
- A vida é difícil.
- Rico não vai para o reino dos céus.
- Quem é pobre nasce pobre e morre pobre.
- Pobre tem de saber o seu lugar.
- Tem de suar sangue para ganhar dinheiro.
- Homem não chora.
- Lugar de mulher é na cozinha.
- Mulher não precisa estudar.
- Se fizer isso ou aquilo vai para o inferno.
Etc.
Essa lista é infinita. Basta que a pessoa honestamente sinta seus sentimentos e saberá por que está criando a vida que tem.
E esse medo todo do sucesso por quê? Medo de que?
Uma cliente com mais de 15 anos de estudos iniciáticos continua com medo. Será que entende como é a vida espiritual ou não? Será que sabe como é a vida depois da morte ou não? Se souber, tem medo de que? Se souber deveria ter medo é de não fazer nada aqui. Das conseqüências da omissão, da fuga, da covardia, do não cumprimento dos compromissos assumidos. Isso sim seria motivo de medo. Chegar do outro lado sem ter cumprido o que prometeu é uma coisa horrível.
Aqui tem medo do sucesso, de agir, de crescer, de evoluir, porque podem fazer algo contra ela. Pede-se a consciência de Gandhi, mas tem medo de levar tiros como ele levou. Portanto não pede para não correr riscos. Por outro lado também não pede um dono de um negócio insignificante, porque é uma coisa sem expressão. A vaidade impede.
Então como ficamos? Nem um ser de luz nem um nada. Fica na média? E a média faz o que na vida? Nada. As descobertas cientificas foram feitas pela média?
E assim a vida passa. Entra ano, sai ano e nada de novo acontece. E o tempo passa rápido. Quando vir já foi. E ai vem outra encarnação igualzinha.
O que vocês acham que se descobre quando se descortina o currículo vitae encarnatório de alguém médio? Dezenas de encarnações sem fazer nada. Só que vocês sabem que existe um campo eletromagnético que controla isso. Quanto mais não se faz nada ou se impede o progresso, mais se agrega energia negativa, informação negativa, em nossos corpos espirituais. Tudo fica gravado. Isso trará condições piores na próxima vez. As coisas em vez de ficarem mais fáceis, ficarão mais difíceis. Isso não é castigo. É eletromagnetismo.
Lembrem-se de que o Pai não castiga. O Pai só ama. (Ou não acreditam nisso? A lavagem cerebral foi muito bem feita. Pense nisso.)
Os seres é que criam toda a dificuldade para si mesmos. Adiar o crescimento pessoal é a coisa mais comum que existe. E pode ser feito de mil maneiras, evitando ao máximo o crescimento real. A pessoa pode fazer cursos, viagens, leituras infinitas, iniciações, rituais, etc., e não agir para realmente mudar as condições de vida deste planeta. A questão é agir e fazer. Filosofar não levará a nada. E quando se age se cresce. E ai se age mais e se cresce mais. Isso desde um negócio pequeno até um enorme. Crescimento traz crescimento. Quando se estuda se entende com mais facilidade e se pode estudar mais. O que fará com que se entenda cada vez mais fácil e os saltos quânticos pode acontecer facilmente. Em todas as áreas é isso que acontece quando se age. O crescimento exponencia o crescimento. E ai vem o medo de como os outros reagirão. Como os parentes, amigos, colegas reagirão ao meu crescimento em qualquer área?  E o medo da reação deles. A maioria fica na zona de conforto. Assim socialmente está de acordo com a média da sociedade. Fica no grupo em paz. Lembram do casal da periferia que está progredindo? E todos os parentes contra?
Lembram daquela pergunta que uma pessoa fez numa palestra passada, sobre o que os negativos podem fazer com quem cresce? O medo que está embutido nessa pergunta? Esse é o problema que está no fundo de toda sabotagem.
Na próxima palestra nós veremos essa dinâmica em ação. Terá de haver um posicionamento em relação à violência sexual contra a mulher.
Há muitos anos numa palestra perguntei por que as pessoas não se entregavam ao Poder Superior? Esse é um dos Doze Passos. Um jovem respondeu:
- Se nós fizermos isso eles nos matam.

Dupla Fenda em tempo real

Posted on Updated on

Dupla Fenda em tempo real
Foi divulgado o filme que mostra o experimento da dupla fenda em tempo real. Cientistas da Universidade de Viena filmaram o experimento com moléculas. Podem-se ver as interferências aparecendo no mesmo instante que acontecem. Mais uma vez foi provada a dualidade partícula/onda. Tudo são partícula e onda ao mesmo tempo. Nós é que escolhemos com que aspecto da realidade queremos trabalhar.
A primeira vez que essa experiência foi feita na Terra foi a mais de 200 anos. E tem gente que ainda não aceita o resultado da experiência e suas conseqüências. Agora dá para ver a olho nu a formação das interferências das ondas.
Num outro experimento, os cientistas criaram uma partícula com a união de elétrons e fótons. Matéria e Luz juntas. Deu-se o nome de dipolaritons. Essas novas partículas, feitas de luz e matéria, podem atravessar as paredes à vontade.
Tudo que existe tem de ter alguma substância.
Portanto, agora a ciência mostra que temos algo com substância (elétron) e que também é luz (fóton). É matéria e é onda ao mesmo tempo. E como onda pode estar em vários lugares ao mesmo tempo. E como é matéria também, a matéria pode atravessar matéria.
Está provado agora que o que se chama de um ser de luz (fótons) pode estar em vários locais ao mesmo tempo (bilocação) e atravessar paredes? Lembram que o nome popular para isso é: espíritos.
E agora?

O tempo como moeda

Posted on Updated on

O tempo como moeda
O filme “O Preço do Amanhã” é uma excelente metáfora da nossa realidade. As pessoas que moram nos guetos não têm a menor idéia de como é a realidade lá fora. Vivem umas situações criadas artificialmente e não questionam se tem de ser assim mesmo.
É exatamente isso que acontece na humanidade atual. Nasce, cresce e morre sem saber o que está fazendo aqui, porque está aqui, de onde veio e para onde vai. Outro dia fiz essas perguntas para um taxista e ele disse que nunca pensou nisso. E é uma pessoa totalmente funcional na nossa sociedade. No caso dele ainda tem um bom trabalho e saúde. E os demais? Com todos os problemas possíveis e imagináveis? Porque problema é o que não falta nesse planeta. Os poucos que fazem essas perguntas se contentam com respostas insuficientes do tipo: “a vida é assim mesmo”.  Se as pessoas lessem Joseph Campbell veriam que ele escreveu sobre “a vida como ela é”. Isso faria as pessoas pensarem. Mas, pensar é a coisa mais evitada pelo ser humano. Pensar é uma neguentropia. Cria ordem, crescimento, evolução; mas dá trabalho. Isto é, se gasta energia. Gastar energia tira da zona de conforto. Esse é o problema.
Voltemos ao filme. Toda a estrutura social está criada para parecer que é real, que é assim mesmo e que não tem alternativa. Desde que as pessoas não saibam que existe outra opção, dificilmente alguém olhará para fora das fronteiras. Toda hipnose é uma coisa muito persistente. Sem o comando certo é difícil “acordar”.
Vejam este caso: recentemente na Espanha, uma escola recebeu a visita do que aqui se chamaria Oficial de Justiça, cobrando a dívida da Seguridad Social. Chegaram com um caminhão durante o horário das aulas. Com todas as crianças dentro das salas tendo aula. Veio retirar o que fosse possível levar como parte de pagamento da dívida. E começaram a retirar tudo da escola. Lousa, carteiras, etc. Enquanto as crianças assistiam a esta cena dantesca. E levaram tudo embora. Esta matéria saiu no jornal El País. Em outra escola os jovens levam cobertores para a sala de aula, já que a temperatura é de zero grau. A calefação está desligada por falta de dinheiro. Em outra os alunos devem levar seu próprio papel higiênico. Isso o que sai na mídia! Uma taxa de desemprego que é mais que o dobro do resto da Europa. E assim por diante.
Vocês acham que isso faz com que acordem? Até agora nada. Será que estão pesquisando sobre como chegaram nisso? Ate que ponto se tem de descer para se começar a pensar?

Conhecimento que adquire conhecimento que adquire conhecimento…

Posted on Updated on


Conhecimento que adquire conhecimento que adquire conhecimento…
À medida que fui pesquisando sobre a mente humana desde a infância, foi ficando claro que a maneira ideal, seria entrar em contato com as grandes personalidades da história humana. Generais, cientistas, escritores, atores, músicos, compositores, atletas, jogadores de futebol, empresários, banqueiros, filósofos, Seres de Luz, etc. Todos que contribuíram de forma significativa para o desenvolvimento da humanidade.
Como obter o conhecimento destas pessoas passou a ser meu objetivo. Queria interagir com eles e trocar idéias. Esse objetivo levado a cabo dia e noite por 40 anos permitiu que chegasse onde cheguei até agora.
Como Caio Julio César disse em uma postagem anterior neste blog, a capacidade de absorção e crescimento da mente é praticamente infinita. E quanto mais ela se expande mais capacidade tem de expansão. Isso é simplesmente espetacular. Muitos anos atrás cheguei ao conhecimento de como acessar e transferir o conhecimento e a informação; e deixar que ela atue em mim. Sem por nenhum obstáculo a que ela seja incorporada na minha mente em nanosegundos. Foi literalmente um orgasmo intelectual quando isso aconteceu na primeira vez. Todas as portas se abriram. Não havia mais limites. Poderia transferir conhecimento sem parar dia e noite. E foi o que fiz. Isso durou 10 anos. A primeira fase da pesquisa. Porque então poderia transferir uma consciência e vê-la atuando em mim. Como isso afetava meu comportamento, minhas emoções, meus sentimentos, meu trabalho, minha saúde, minha produtividade, etc. No inicio foi um por vez para estudar bem cada personalidade que assumia. Depois vi que podia por mais de um por vez e depois N por vez. Todos interagiam bem entre si. Dava para regular a produção de neurotransmissores de acordo com cada personalidade que entrava. Se queria ficar mais feliz era só colocar alguém feliz, se queria mais inteligência a mesma coisa e assim por diante. Sem limites.
Quanto mais incorporava em mim, mais capacidade de incorporação tinha. É lógico que isso imediatamente refletiu no lado espiritual. Essa a maior vantagem de todo esse processo. Daria para ganhar n encarnações assimilando a consciência de seres de luz. O salto seria exponencial continuamente. E foi o que fiz. Isso expandiu tudo definitivamente. Todas as portas espirituais se abriram. Saltei mais fundo ainda. Totalmente no desconhecido. Sem nunca pestanejar. Às vezes me diziam: “se fizermos isso não tem volta”. E eu fazia. Essa persistência em exponenciar na luz é que fez a diferença. Até chegar na fusão total. Nesse ponto a personalidade antiga desapareceu e surgiu uma nova decorrente da fusão. Isso abriu mais uma porta! Pois a partir daí toda a informação espiritual jorrou sem parar dia e noite. O véu se rasgou completamente. O entendimento de tudo ficou absolutamente claro. Pensamento e sentimento. Vivenciado. O humano desapareceu. Passou a Meta-Humano. Todas as capacidades exponenciaram. Vai ficando cada vez mais distante da realidade do dia a dia. O fluxo é continuo. Vive-se dos dois lados da realidade ao mesmo tempo. Já não há mais separação ou distinção. O lado espiritual e o material são a mesma coisa. Entende-se perfeitamente o que Joel Goldsmith dizia. Assimila-se instantaneamente qualquer nova consciência. Elas vêem a tona assim que são necessárias. Os atendimentos passaram a ser muito mais eficientes. Os problemas dos clientes são claros como a luz. Na minha mente são resolvidos na hora. Não há dificuldade, mistério, problema que não tenha solução. Basta um pensamento para resolver. Torna-se um canal do Divino sem barreiras. Os amigos do lado espiritual podem usar meu corpo perfeitamente. Os visto como se colocasse um paletó. Um êxtase quando os incorporo. Dou livre passagem totalmente. Agrego conhecimento continuamente para que eles possam me utilizar da melhor forma cada vez mais. Isso é viver.

Crianças Índigo

Posted on Updated on

Crianças Indigo
É preciso esclarecer esse assunto. O que se chama criança índigo é um adulto centrado e equilibrado que reencarna para ajudar na transformação do planeta.
São pessoas de um nível superior de evolução.
Como se comportam como crianças?
O que os adultos estão fazendo com essas crianças?
Primeiro vamos explicar o que elas não são. Vocês talvez já perceberam que a quantidade de crianças “problema” é muito grande nas escolas. Desobedientes, faltam com o respeito com todos, batem nos colegas, xingam todo mundo, fazem birra, não estudam, etc. Essas crianças não são índigo. NÃO SÃO. Já eram adultos com todos esses problemas, que nascem para mais uma oportunidade de evolução. É preciso ser muito firme com elas e explicar a elas o que acontece com elas. E que devem “fechar a porta” para as interferências espirituais maléficas. O ego destas crianças é gigantesco. Elas dizem: aqui mando eu! Pelo comportamento insultuoso se sabe que não é índigo. São seres de escassa evolução. Tendo mais uma oportunidade e na maior parte desperdiçando-a. Não se iludam. Quem desrespeita os adultos e professores não é índigo. Quem agride os colegas não é índigo. Quem não estuda não é índigo. Quem sapateia e quebra as coisas na escola não é índigo. Quem bate nos irmãos não é índigo. Muitos adultos estão tentando misturar os dois tipos para impedir os índigos de atuarem como devem fazer. Eles vieram mudar o planeta. Eles tirarão todos da zona de conforto.
Os índigos ao contrário são crianças respeitosas, que gostam de estudar, curiosas, que gostam dos colegas, são amorosas, são o modelo. São seres de uma evolução adiantada que querem viver num mundo evoluído. É claro que à medida que entendem como está esse planeta, sentem-se deslocados. Mudarão a vida social, econômica, política, religiosa e pessoal que existe hoje. Elas fazem muitas perguntas sobre assuntos avançados, como política, filosofia, espiritualidade, etc. Querem saber como é aqui, porque querem viver num mundo melhor. Então, elas não aceitam como a vida está estruturada agora. Não aceitam a corrupção, a violência, a destruição do meio ambiente, os maus tratos, a mediocridade, a banalidade, a vulgaridade, etc. Querem saber o porquê de tudo para melhorá-lo.
Em algumas gerações nós veremos a grande transformação que elas farão no planeta. Porque elas terão filhos que educarão como índigos também. Desta forma o nível das pessoas vivendo no planeta será elevado sensivelmente.
Agora, o que os adultos estão fazendo com essas crianças? Impedindo-as de serem os agentes da mudança; para que deixem de fazer os questionamentos. É preciso separar o que é uma criança disfuncional, com graves problemas emocionais e espirituais, dos que são índigo. O índigo é um questionador, porque quer entender o que acontece e quer melhorar o que vê aqui. Ele não aceita a péssima educação, a falta de controle que existe hoje nas escolas, essa mania de empurrar com a barriga os problemas, de deixar para amanhã o que se pode fazer hoje, as guerras, a miséria que existe no mundo, a violência contra as mulheres e crianças, a violência dos homens contra os homens, de aceitar que o mundo é assim mesmo, da falta de fraternidade, de amor ao próximo, de achar normal que existam favelas e mais favelas, da exploração econômica, etc. Os índigos não aceitam isso, trabalharão para resolver e mudar isso.
Uma criança índigo que recebe uma explicação sobre Mecânica Quântica diz: “o átomo está vivo!”. Aceita a realidade facilmente porque já a conhece antes de chegar aqui.

Deus, deuses, anjos, demônios, cães e escorpiões

Posted on Updated on

Deus, deuses, anjos, demônios, cães e escorpiões
Um cão e um escorpião estavam parados na beira de um rio. O escorpião disse:
- Leve-me nas suas costas até o outro lado.
- Você está louco? No meio do rio você me picará e nós morreremos.
- É claro que não vou fazer isso! Nós dois morreríamos. É ilógico!
- Está bem. Suba nas minhas costas.
O cão começou a nadar e no meio do rio o escorpião picou-o.
- O que você fez? Agora nós vamos morrer!
- Não pude evitar. É minha natureza!
Essa história encerra grandes ensinamentos. Quando a maioria da humanidade passar a pensar, a evolução será muito rápida. Senão vejamos:
Existe uma questão fundamental que a humanidade precisa resolver urgentemente.
Deus existe?
Deus é bom ou mau?
Tudo o mais deriva das respostas que damos a essas questões.
Todos os experimentos da Mecânica Quântica, pesquisas sobre a conexão mente/mente, visão remota, meditação, desenho inteligente do universo, desdobramento, bi locação, incorporação, viagem astral, transferência de informação, minha experiência direta com a Divindade, provam que Deus existe. Fatos, provas, experiências, etc., não faltam. Quem quiser pode duplicar a pesquisa que fiz.
Sobra decidir se ele é bom ou mau. O destino da humanidade está sendo decidido no momento pela resposta que se dê a essa pergunta.
Todo ser tem duas opções: dor ou prazer. Tristeza ou alegria. Note que qualquer ameba é capaz de tomar essa decisão. Quando se tem dor acontece progresso na vida da pessoa? O sofrimento leva ao crescimento pessoal? A sociedade evolui com o sofrimento e a dor? As artes são desenvolvidas? A ciência avança com a dor? A dor infligida aos outros e a que os outros infligem à você provocam que você melhore? Quando você espanca sua mulher ela melhora como pessoa? Quando você espanca seus filhos eles melhoram como pessoa? Quando outras pessoas batem em você o resultado é bom? Sente-se melhor? Há crescimento, evolução, realização com dor? Uma doença que provoque dores excruciantes é boa para você? Consegue produzir alguma coisa sentindo essa dor? Entendeu o conceito? Ou a dor provoca revolta, ressentimento, desespero, ódio e raiva? A dor levará à depressão e todos os problemas mentais inevitavelmente. Isso melhora você?
A outra opção é o prazer. Com prazer vem a alegria. Com alegria tudo fica melhor na vida? Sente-se feliz? Consegue amar aos seus parentes? Consegue amar ao próximo? Dar prazer a seu companheiro lhe faz feliz? Dar prazer aos filhos lhe faz feliz? Eles crescem e evoluem com isso? Toda a sociedade ganha com isso? Dar alegria aos amigos e colegas faz com que eles melhorem como pessoas? A empresa produz mais? Você ganha mais estando alegre? Todos ganham com a alegria e o prazer?
Com base nestas respostas chegaremos a uma conclusão. Qual o resultado que um Ser Todo Poderoso consegue provocando dor? Esse resultado é bom? Você gosta que ele lhe provoque dor? E nos seus parentes? O que você acha dele provocar dor e sofrimento nos seus filhos? O resultado para toda a Criação é bom? Aliás, ele criou o universo para causar dor nas criaturas? Ele gosta disto? Os humanos têm uma definição para isso: sadismo. Esse ser é sádico? Ele tem todo o poder?
Nietsche disse que só existem dois tipos de seres felizes: os demônios e os homens de poder.
Um ser que seja todo poderoso e que provoque dor tem personalidade humana?
Por outro lado, será que esse Ser é bom? Será que Ele é amor? Será que Ele é puro amor? Neste caso Ele só promoveria a alegria, o prazer, o crescimento, a realização, o amor, etc.? Amor dá prazer e alegria. Se esse Ser dá prazer Ele dá alegria. Se Ele dá alegria Ele dá prazer. É óbvio.
Qual a essência Dele? Qual a natureza Dele?
A outra questão sobre a natureza Dele é o poder. Quando o poder é a natureza básica é evidente que o ser exigirá submissão absoluta. É o caso de toda tirania entre os humanos. É uma coisa comum entre os humanos. Usar o poder para explorar e escravizar os demais. Toda escravidão gera dor, portanto poder não é amor. Usar o poder para submeter alguém é o inverso de amar esse alguém. Ou é poder ou é amor. Amar é promover a alegria, o prazer, o crescimento, a evolução, etc.  Qual a natureza básica deste ser? Poder ou Amor?
Ou a essência do ser é amor ou é poder. Não há alternativa.
Um dos deuses que a humanidade conhece tem por nome Baal. Esse deus era adorado com sacrifícios humanos de crianças. Como podemos classificá-lo se ele quer sacrifício de criancinhas? É lógico que ele promove a dor e o sofrimento. É lógico que para ele só interessa o Poder. É lógico que não pode ser amor. Sua essência é o Poder. É disto que ele gosta. Portanto, ele não pode ser Deus. É um humano que foi considerado deus pelas pessoas daquela época, por não entenderem como é a essência divina.
Como estamos explicando, a questão é o resultado. Esse deus dá que resultado na vida dos humanos? Dor ou prazer? Ele quer submissão absoluta e pune quem não se submete? Ele é um torturador?
Do outro lado, temos o Ser que ama e perdoa infinitas vezes. Que dá oportunidades sem fim para que os humanos cheguem à felicidade, ao prazer, à alegria.
Quem iremos considerar Deus?

Palestra sobre violência sexual

Posted on Updated on

Palestra sobre violência sexual

A palestra do dia 06 de maio foi transferida para dia 22 de abril.
Nesta palestra apresentaremos a nova ferramenta de transformação e resolução dos traumas.
Centro Empresarial Pereira Barreto às 16:30.
Palestra imprópria para crianças.

Palestra – Transformação da Energia Sexual

Posted on Updated on

var addthis_config = {“data_track_clickback”:true};

Jogos de azar

Posted on Updated on

<!–[if !mso]>st1\:*{behavior:url(#ieooui) } <![endif]–>

Jogos de azar
A condição da humanidade de hoje é de chorar!
Por mais que se explique que nós criamos a nossa realidade com os nossos pensamentos, persiste o pensamento mágico de que ganhando na loteria vamos resolver todos os nossos problemas.
Basta eu falar Bóson de Higgs, para a pessoa desligar um DVD onde explico como funciona o universo. Então ficamos como? Se explicar em palavras simples que atraímos tudo aquilo em que colocamos nosso foco mental, não acreditam; se explico que existe um campo eletromagnético que atrai, é física e desligam o DVD.
É por estas razões que no final só sobra o sofrimento. Não há outro jeito, infelizmente. Por mais que se tente usar a razão para fazer a humanidade evoluir, ela resiste. Ser feliz é muito fácil. Aliás, é o normal. Ser infeliz é patológico (doentio). Mas, a pessoa fala assim: “nasci para ser infeliz”!  Espetacular!
Como dizia um slogan do Discovery Channel : “lutando para tirar você das cavernas e levá-lo ao espaço”. Ou algo assim.
A própria pessoa se condena ao sofrimento e pensa que depois da vida tem o que? O paraíso celestial, o descanso eterno (essa é muito boa!) ou o nada? E quando descobrir que não existe nada do que pensou que existia? Vai continuar sofrendo? Provavelmente. Com certeza dirá: “ai de mim, oh céus, oh vida (Scooby-Doo), nem depois de morta sou feliz”! Ou talvez nem perceba que morreu (como muita gente) e continue reclamando. Ou então peça para morrer, mesmo depois de ter morrido (tem muita gente assim).
Voltando ao jogo. A pessoa continua achando que a solução é essa. É claro que não quer saber de probabilidades de ganhar. Pensar nisso seria ser ilógico! Pela lógica não estaria pensando em jogo para resolver a vida. Como diz o Roberto: “são tantas emoções”! Bastaria entender que é só pensar que se atrai aquilo. Um único pensamento cria algo. Em vez de ficar pedindo e pedindo e pedindo sem parar. Pedir mais de uma vez é dúvida. Pensou criou. Experimenta pedir seu prato no restaurante umas 30 vezes para ver o que acontece! Se pedir duas vezes o garçom já estará com raiva de você!
É por isso que não acontece o que a pessoa quer. Seja lá  o que for. Reclama e reclama sem parar. Acho que seria um bom negócio criar aqui um lugar para as pessoas reclamarem. Onde ninguém as atenda. Só um lugar específico para elas reclamarem. Todas se sentirão em casa. Sabem que se a pessoa estiver acompanhada ela já se sente bem. Isto é, tem gente na mesma situação que ela. É confortador! É claro que esse lugar deve ser pago. A pessoa deve pagar para entrar no reclamatório. Isto também contribuirá para maior infelicidade dela, portanto ela ficará mais feliz. Já pensaram? Centenas ou milhares de pessoas reclamando sem parar? Falando alto? Ou podem escolher a posição que quiserem. Pode levar cadeira, lanche (uma lanchonete vai bem num lugar assim, pois as reclamações duram muito e a fome aperta. E com fome a reclamação aumenta. Epa! Temos aqui uma hierarquia entrelaçada!).
Esse é um bom negócio. Infinitas possibilidades!

Descarrego Quântico

Posted on Updated on

Descarrego Quântico
Ontem no atendimento uma cliente nova chegou e disse que vinha para o “descarrego quântico”.
Não tinha pensado nesses termos, mas acho que se aplica integralmente ao meu trabalho.
A limpeza que acontece é em todos os níveis. Físico, energético, mental, emocional e espiritual.
Assim aos poucos vamos unindo todas as correntes espirituais e consolidando o conhecimento de forma integrada. No futuro todos entenderão que existe apenas uma Única Onda, Uma Única Consciência, Uma única Fonte, Uma única Energia, Um único Amor. O TODO.

Arquétipos e relacionamentos afetivos

Posted on Updated on

Arquétipos e relacionamentos afetivos
Platão disse que são as idéias primordiais.
Arquétipo é o projeto de tudo que existe. Nada pode existir sem antes ter sido pensado. Esse pensamento primeiro é a perfeição de tudo que existe. Portanto, o arquétipo é a perfeição em qualquer atividade, profissão, coisa; literalmente de tudo que existe.
Nos seres humanos os arquétipos provocam reações afetivas e emocionais. Geram sentimentos através dos neurotransmissores e hormônios.
Isso é da mais extrema importância em todas as áreas humanas. Tudo que se faz em publicidade é baseado em arquétipos, para criar as neuroassociações com os produtos.
No caso de relacionamentos afetivos é fundamental para se criar um sentimento, tanto nosso em relação a uma pessoa, quanto dela para nós. Não levar isso em consideração é simplesmente ignorar a força mais poderosa do universo.
Como tudo que é poderoso é preciso cuidado, cautela, conhecimento e analise para se usar corretamente.
Vejamos alguns casos:
Uma jovem mulher casada vai passear numa praia sozinha (seja por qual razão for pela qual está sozinha). Lá encontra um rapaz que também está passeando pela praia no fim de tarde. Param para conversar e o seguinte diálogo acontece:
O rapaz pergunta:
- Você vem sempre aqui?
- Não, é a primeira vez que venho. E você porque vem aqui?
- Venho para ver as borboletas.
Falam mais algumas coisas irrelevantes e vão embora. Ela volta para sua cidade e ele continua lá. Um ano depois ela volta na mesma praia. Neste um ano ela terminou o casamento e agora está só. No mesmo horário eles se encontram novamente. Um ano depois. Ela o vê vindo em sua direção, mas ele não lembra ainda quem é ela. Quando ele chega perto ela o cumprimenta:
- Oi, você aqui de novo?
Ele pára e começa a pensar. Em seguida diz:
- Eu já volto e corre pela praia em direção contrária!
Dali a pouco volta e retoma a conversa. Imediatamente começam um relacionamento.
O que aconteceu? Um ano antes ele contou a história da borboleta. Este é um arquétipo de transformação. Muito poderoso precisa ser usado com cuidado. Ela ao ouvir isso inicia internamente um processo de mudança que não consegue mais deter. Volta para sua cidade, muda sua vida, termina o casamento e um ano depois “sem querer”, volta ao mesmo local. Quando ele a vê não se lembra dela, pois apenas tiveram uma breve conversar um ano antes. Com quantas ele conversa naquela praia? Ele tem uma atitude inteligente, pois precisa ganhar tempo para se lembrar onde parou a conversa com ela. Corre para longe dela para ganhar tempo. Quando se lembra volta. E aí é inevitável o relacionamento, pois toda a transformação que ela fez na vida foi em função dele ter falado borboletas. A mudança está neuroassociada com ele e é com ele que ela começa um relacionamento.
Uma cliente ouvindo essa história achou que era a coisa mais fácil conseguir que o “ficante” virasse namorado. Ele estava estagnado na vida, na carreira, etc. Telefona para ele e diz:
- Fulano, tive um sonho com muitas borboletas. Ele acha estranho, mas sonho é sonho!
Uma semana depois ele chega para ela e diz:
- Resolvi mudar minha vida. Voltei a estudar, mudarei de emprego e não ficaremos mais juntos!
Ela fica perplexa, pois achava que ele ia ficar junto dela. A borboleta provou transformações. Ele mudou tudo na vida dele. Inclusive ela.
Esse é um bom exemplo de que não se deve generalizar a aplicação de um arquétipo. Seu uso deve ser bem ponderado. Precisa estar incluído em metáforas (estórias) com um sentido preciso do que se quer obter. Uma coisa tão poderosa não pode ser usada levianamente. É preciso estudar muito bem o que irá se falar, para obter o resultado desejado.
Arquétipos e metáforas são a arma mais poderosa para se conquistar alguém. Porque desenvolvem amor antes que o relacionamento comece. Parece óbvio, mas o amor tem de surgir antes do relacionamento começar. Um conhecimento tão poderoso, não se obtém do dia para a noite. Querer simplificar as coisas e dar saltos é pura ilusão. Portanto, não se deve sair por ai atirando para todo lado e falando “borboleta” para todo mundo. É preciso pensar. Para se conseguir um relacionamento de longo tempo é preciso seguir um protocolo. Atirar para todo lado na “balada” não é a solução. Quem está disposto a gastar o tempo necessário para se obter esse conhecimento?

Chaves de Nefertiti x Doação de Amor para a Mãe Terra

Posted on Updated on

Chaves de Nefertiti x Doação de Amor para a Mãe Terra

Olá queridos amigos,

A pedido de Nefertiti será oferecido um trabalho com o portal da Saúde
gratuitamente.
Além de trabalhar o campo eletromagnético da própria pessoa que virá
para o workshop, também será feita uma meditação especial para o
Planeta Terra objetivando a “expansão de consciência”.
Vocês que já conhecem o trabalho das Chaves de Nefertiti sabem que
fazemos meditação coletiva somente quando adentramos no Portal da
Prosperidade.
O fato de ter sido solicitado um trabalho em grupo nos faz refletir
sobre nossa importância na doação de Amor para a Mãe Terra.
O local foi escolhido por estar próximo ao metrô, além do número de
pessoas que ele comporta.
Quem sentir, venha participar desta doação.
Peço a gentileza de confirmarem presença enviando um e-mail para
poli@aschavesdenefertiti.com.br
Desta forma saberei o número de participantes.
Neste dia não haverá entrega de material adicional.
Quem sentir, passe esta informação para frente.

Local: Spaço Sol Aberto
R. Euclides de Andrade, 112
Sumarezinho
Próximo ao metrô Vila Madalena
Tel.: 3864.4818
e-mail: poli@aschavesdenefertiti.com.br
Dia 18 de março. Domingo. Às 15h.

Sou grata em servir,

Polì Cardoso
www.aschavesdenefertiti.com.br

Cleopatra – Sovereign Conscience

Posted on Updated on

Cleopatra – Sovereign Conscience
Life is an infinite road in which path, sometimes, we get lost. We go through it as passengers, different characters in different ports.
Our biggest mistakes are made in the name of fear. We fear losing youth, power, our material treasures and our heart. We set battles against countries and powerful kingdoms.
We try to get prepared, during all our Earth´s journey, so we can be win all the disputes.
Even when we win all the battles, sometimes, we lose ourselves.
When we leave this life, the confront with our face in the mirror of conscience is our biggest court.
There we are judged for our war crimes, but, in this case, we are at the same time the defendant, the prosecutor, the judge and the sentence executor.
When we leave our body, we can see the beauty without decoration of our soul. Without necklaces or diadems, we´re crowned with a light garland.
Any treasure can be compared to this one. Not even millions of vassals, infinite lands, fancy palaces or ephemeral moments of pleasure.
When we get to this side, we will be the same. Our true power is measured by the conscience level on which we arrive. A power that does not serve to dominate or subjugate anyone.
A silence power that does not make vainglory, does not dull, although it shines more than all the golden coins we could gain in life.
We really need to stop all the disputes for the false power, and we can start by our homes, establishing peace and giving authentic freedom to our young people. They are way more prepared than we think.
The conflicts start in the homes, in schools and even in the temples.
When wars explode between nations, we think we have no participation in this. But we should be alert to the fact that these wars are a reflex of our armed interior.
We have a huge bellicose power inside our minds. We are able of destroying someone just with the strength of our concealed anger, our intolerance, our indifference and our words.
We fight for territory when we want to be right about everything. We humiliate our contestant and we feel big, successful.
Beauty, youth, richness, charisma and power. How many could have this in just one life, at the same time? I could.
We take a chance of getting drunk with such cocktail of attributes and we identify ourselves with the character we are living with.
But when all of this is left behind, we are introduced to the fountain of the real power, to which we lean in reverence, just like our vassals have done with us someday.
Then, at this moment, we become serves of light, like the good leaders must.
Life is like this. Some day we are paid homage to those who opened the doors so we could be here, today, bringing this message to all those who have desire of knowledge, glory, the path of being evolution.
Cleopatra

21 de dezembro de 2012

Posted on Updated on

21 de dezembro de 2012
Nós do ocidente não precisaremos esperar o dia 22 de dezembro de 2012 para ver se o mundo acabou. Lembram que na Austrália as comemorações da virada do ano novo começam antes daqui? Que a televisão transmite os fogos de artifício da virada do ano lá, enquanto ainda estamos em 31 de dezembro aqui?
Pois é, será muito interessante a reação das pessoas. Como muita gente está esperando o fim do mundo para esse dia, elas não precisarão dormir ou esperar meia-noite para ver o que acontece. Para os australianos acontece antes! Ou inventarão algum horário mundial ou hora da internet para o fim do mundo? Os maias não disseram nada sobre a internet!
Eles apenas disseram que é uma mudança de era!
Aliás, isso já aconteceu. A mudança da freqüência já aconteceu e ninguém percebeu. Todos os ajustes já foram feitos e agora estão em andamento.
Todas as besteiras terão de ser consertadas pelos próprios humanos que as fizeram.
Essa idéia de fim de mundo é na verdade uma idéia de suicídio coletivo. Ficaria muito mais fácil assim. Acaba tudo e pronto. Essa é uma idéia bem materialista, na verdade.
Um escapismo perfeito. Só que isso não irá acontecer. Tudo irá continuar e os humanos terão de trabalhar pra resolver tudo que destruíram na terra.
A mudança de era já aconteceu. O formigueiro não existe mais, mas bilhões de formigas estão procurando desesperadamente sua entrada.
Agora a única saída é entender como funciona o universo. Como funciona o lado espiritual da realidade. Até que isso aconteça o caos na terra irá aumentar. E o parafuso será apertado sem parar até que entendam isso e aceitem.

Sonohra

Posted on Updated on


Sonohra

                                                                             
To all human beings.
From the place I came from, there haven´t been wars for a long time. In the memory of this people there is no memories of disagreements among those who live there.
This was only possible after we started to realize how much illusory and harmful is the idea of separation, whether between the same, or between the difference. We have gone through a long process of awakening that ended in a prosper, peaceful and equalitarian civilization.
Our eyes are turned, today, to a big issue in the planet, the relation man-animal.
For how long more are they going to close their eyes to the cruelty against his animal brothers?
Each living specie, owner of their own characteristics, is an example of the infinite creativity of the Fountain of All Life.
They have always been at your side, participating directly in the human specie evolution; in times of peace and war, indistinctly. They remain present by their own will, necessity or imposition. They have died by devotion, sweetness and ingenuity.
However, they have always looked at men with respect. They realized with their emerging conscience that you were in power and that you weapons were invincible when compared to the weak natural resources.
What claw or teeth would beat sharpened spears or the majestic fire which men learned to dominate? The fire weapons, the chemical poisons, and the nuclear bombs have left no doubt about the destructive capacity of mad men.
 The animal body was projected just to allow its survival, in the dispute between equals for reproduction and food, for their own defense or the group, but it is useless to contain the Self Conscience Great Beast.
In its prime pureness, despite all, they have become its slaves.
They feed them, dress, heat and ornament. They make company, when there is no other man who cares about you anymore.
They work an entire life and carry them from one place to another. They go to wars and drop their blood, without contesting. They are encaged to serve as cavies in painful and endless experiments.
They are abandoned as garbage, yet babies or when they are too old.
By the other hand, they become real fashion toys, useless products of a society who treat them as objects.
They are served as delicacy to fine taste buds and, in a sad way, they are victims of sexual abuse or free physical violence. Weak ramparts of an insane war.
Understand that animals are beings with conscience in an evolution process such as yours.
Their time will come, anyway. One day, they will wake and will recognize themselves. Until there, although they lack self conscience, they are able to demonstrate loyalty and love, even to those who martyrize them. It seems they have learned the lesson of Master Jesus even before men.
Decimated year after year because of famine, bad treatment, legal or illegal commerce, wars, destruction of their habitats, animals ask you to look inside their frightened eyes and give them the chance to trust men, again.
You can help in the evolution of your animal friends if you set them free from your anger and sick love.
Look at them.
Try to put the hand in an animal´s chest and feel the generous fountain of energy they offer us, without asking anything in return.
Treat them with dignity and respect.
Before you question about nourishment chain, I remind you that the steak of today had a face someday, lived with the indifference, locked in a cage, scared and was killed without any reverence or gratitude.
What comes to our conscience creates responsibility. By action or omission, we are responsible.
However, do not create more wars between you, for the animal cause. Cattlemen against activists, omnivorous against vegans. If it´s this way, their suffering would have been in vain.
Everything that is done with love and conscience gets other meaning to the eyes of the Fountain of All Life.
This is the knowledge that animals have always offered you. Service, forgiveness, modesty, gratitude and unconditional love.
Like Christ, who died for love, in the time of the final thud, you´ll be honored for serving them.
When you learn to live in harmony and love, then, peace will become a real possibility in your world.
Be in the light.
Sonohra.

 

 

Dívidas

Posted on Updated on

Dívidas
Entender como funciona o dinheiro em nossa sociedade é de extrema importância na vida de qualquer pessoa. Deste entendimento depende a liberdade e o futuro da pessoa.
Vejamos um caso concreto de um imigrante que chega à Europa. Logo tem conta nos bancos e vários cartões de crédito. Fica fascinado. Um cartão de plástico que permite comprar tudo que quisermos! Basta entregar o cartão de crédito para o caixa e saímos da loja com o que queremos. E melhor, tem outro cartão que a gente enfia na parede e sai dinheiro. Daí, saem comprando tudo que querem. Fácil.
Depois de um tempo a situação é a seguinte:
Dívidas consolidadas:
Ing 18.757,70 €
Uno-e   4.689,71 €
City   4.472,70 €
Golden   9.198,88 €
Total:        37.118.99 €
Consolidadas, significa que não pode mais fazer dívida alguma; que tem de pagar uma prestação mensal equivalente à metade do rendimento. Faltando considerar: aluguel, transporte, alimentação, etc. Resultado: se tiver batatas para comer no café da manhã, no almoço e na janta, terá tido muita sorte. E isso pelos próximos 5 anos. Só pagando.
Quantos milhões estão nesta situação?
Aqui é diferente?
Porque não explicam para essas pessoas o que significa fazer dívidas? O que significa um cartão de crédito?
Porque não explicam que o futuro da pessoa estará totalmente comprometido com essas dívidas? Que a maioria jamais conseguirá sair destas dívidas?
Como que dois imigrantes chegados a um mês no país, sem conhecer ninguém, compram dois apartamentos e um é avalista do outro?
Como as concessionárias de automóveis falsificam os comprovantes de rendimento para que o crédito seja aprovado? E na compra dos apartamentos também?
Quais os problemas emocionais que precisam ser compensados através da compra compulsiva de coisas e mais coisas?
É assim que se mantém o regime escravagista no mundo moderno. Divida é escravidão. A liberdade só se consegue poupando, investindo e reinvestindo. Daí o nome: capitalismo. Capitalizar.
Na verdade nós ainda nem chegamos nesta fase capitalista.
Quem poupa para ser independente? Quem trabalha para ser independente?
A zona de conforto está nos cartões de crédito. Gastar e gastar, sacando de um futuro que não existe mais.
Quantos estão assim no planeta? Vários bilhões com certeza. São as mesmas pessoas que não tem a menor idéia do que vem por aí.
Eu pergunto: quem realmente quer ser independente economicamente?